Carregando...

Agente penitenciário é baleado e tem arma roubada no Morro do Moreno, em Vila Velha, ES

Agente penitenciário baleado enquanto fazia trilha no Morro do Moreno, em Vila Velha, foi socorrido pelo Samu 192 — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Agente penitenciário baleado enquanto fazia trilha no Morro do Moreno, em Vila Velha, foi socorrido pelo Samu 192 — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Um agente penitenciário foi atingido por um tiro nas costas e teve a arma levada por criminosos na noite deste domingo (10), durante um assalto no alto do Morro do Moreno, em Vila Velha, na Grande Vitória.

De acordo com informações da Polícia Militar, o agente, que não foi identificado, fazia parte de um grupo de seis pessoas que faziam trilha no Morro do Moreno quando foram vítimas do assalto. A suspeita é que ele tenha sido reconhecido como agente penitenciário pelos criminosos e que, por isso, tenha sido baleado.

"Acreditamos que o aconteceu foi uma eventualidade. Acreditamos que ele tenha sido identificado como agente em função de estar armado, não teve tempo de reagir e acabou sendo alvejado", disse o sargento Prates, da PM.

Segundo Prates, ao ser atingido, o agente caiu próximo a um precipício e precisou ser afastado da pedra por pessoas que estavam no local mesmo antes da chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) e do Corpo de Bombeiros, que fizeram o resgate. O socorro à vítima também foi prestado por militares da Força Tática.

Policiais Militares estiveram no Morro do Moreno, em Vila Velha, após o crime.— Foto: Reprodução/TV Gazeta

Policiais Militares estiveram no Morro do Moreno, em Vila Velha, após o crime. — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Moradores do entorno do Morro do Moreno afirmam que os assaltos têm sido constantes na região e afirmam estar assustados com a violência.

"É um lugar maravilhoso para se morar, para se visitar, mas infelizmente em questão de segurança pública estamos abandonados. Em 15 dias tivemos três ocorrências, inclusive com disparo de arma de fogo", relatou a conselheira tutelar Rafaela Ladeira.

O sargento Prates, no entanto, afirma que o policiamento na região é constante.

"Acreditamos que o policiamento é feito a contento na região. As equipes policiais estão presentes aqui e o fato ocorrido será amplamente trabalhado pela equipe policial para debelar o que aconteceu", disse.

Não há informações sobre o estado de saúde do agente baleado.

A Polícia Civil investiga o crime, mas até o momento nenhum suspeito foi preso.

VÍDEOS: mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias

200 vídeos

  • Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar