Carregando...

Jogadores do Cruzeiro cumprem paralisação e não se reapresentam na Toca da Raposa

Depois do empate em 0 a 0 com o Botafogo na terça-feira e folga na quarta, a reapresentação dos jogadores do Cruzeiro estava marcada para esta quinta-feira. O elenco cruzeirense, no entanto, cumpriu a paralisação dos treinos, anunciada um dia antes, e não foi à Toca da Raposa

  • Com salários atrasados, jogadores do Cruzeiro anunciam greve
  • Luxemburgo diz que amarelo foi "encomendado" por Gaciba
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

A greve é motivada pelos salários atrasados de atletas e funcionários do clube. Na quarta-feira, os jogadores publicaram nas redes sociais uma carta aberta divulgada em conjunto, afirmando que até seis meses de pagamento estão pendentes, além de outros compromissos financeiros referentes ao ano de 2020.

Segundo os mesmos, a paralisação dos treinos visa "dar voz aos colaboradores que amam o clube e estão desamparados". A forma com que funcionários e jogadores estão sendo geridos também foi chamada de "intolerável" e injustificável".

Por fim, os atletas comunicaram que aguardam o cumprimento das obrigações no "prazo mais breve possível", além de ressaltar que não vai faltar empenho por parte do elenco mesmo durante o período de dificuldades financeiras.

Rebaixado para a segunda divisão nacional pela primeira vez na história em 2019, o Cruzeiro se encaminha ao terceiro ano seguido disputando a Série B. Atualmente, a Raposa ocupa a 11ª posição da competição, com 39 pontos conquistados.

O próximo jogo da equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo está marcado para o dia 22 de outubro. Na Ressacada, o Cruzeiro enfrenta o Avaí, às 21h30 (de Brasília), pela 31ª rodada da Série B.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*