Carregando...

Cuiabá esbarra na Chapecoense e perde chance de subir na tabela do Brasileirão

Em um jogo com destaque para a defesa, Cuiabá e Chapecoense ficaram no empate sem gols na noite desta quinta-feira, na Arena Pantanal, pela 31ª rodada do Brasileirão, adiantado por ajuste do calendário. O resultado não agradou ninguém. O time do Mato Grosso perde grande oportunidade de entrar na briga por vaga até mesmo na Copa Libertadores, enquanto a equipe catarinense se afunda ainda mais na zona de rebaixamento, apesar de mostrar evolução.

  • Chapecoense muda a formação tática para visitar o Corinthians
  • Interino da Chapecoense fala em dar oportunidade para todos os jogadores
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

O Cuiabá continuou na nona posição, agora, com 39 pontos. Em sexto, o Corinthians tem 44. A Chapecoense, por outro lado, somou seu 14º ponto. O Bahia, primeiro fora da zona de rebaixamento, tem 33.

Sonhando em disputar uma competição internacional pela primeira vez na história, o Cuiabá tomou a iniciativa do duelo, teve a posse de bola e criou as principais oportunidades de gol na etapa inicial. No entanto, Keiller, um destaque positivo na campanha irregular da Chapecoense na temporada, foi o principal entrave. O goleiro fez defesas importantes para segurar o zero no marcador.

Mas chamou a atenção a pouca criatividade de ambas as equipes no setor ofensivo, fazendo com que as defesas sobressaíram nos primeiros 45 minutos. Se o Cuiabá foi pouco eficaz, a Chapecoense, então, menos ainda. Mike, no entanto, continuou sendo o atleta mais perigoso da equipe, assim como foi nas rodadas anteriores.

No segundo tempo, o Cuiabá montou uma blitz próxima à área da Chapecoense e foi com tudo para cima. Elton teve grande chance de abrir o marcador, mas Keiller fez mais uma grande defesa, desta vez, com as pontas do dedo. Já a Chapecoense começou a apostar no contra-ataque e também teve boa oportunidade com Henrique Almeida, que mandou para fora.

Vendo seu time com dificuldade ofensiva, Jorginho fez alterações que colocaram a equipe no ataque. Sem encontrar uma solução definitiva, a torcida começou a agir e provocou a Chapecoense em alusão ao possível rebaixamento da equipe à Série B do Brasileiro. Mas o time catarinense continuou compacta, impedindo os avanços do rival.

O gás do Cuiabá acabou nos minutos finais, diferente da Chapecoense que começou a sobrar em campo, mas a sorte continuou jogando contra. O time catarinense criou uma grande oportunidade com Marquinho. De frente para Walter, jogou a chance de voltar a vencer nas mãos do goleiro Walter. Do lado do adversário, Osman, em uma forte cabeçada, mandou por cima do gol.

Na próxima rodada, o Cuiabá volta a campo no domingo, às 20h30, diante do Ceará, na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). Na segunda-feira, às 20h, a Chapecoense recebe o Flamengo, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Os jogos são válidos pela 30ª rodada.

FICHA TÉCNICA

CUIABÁ 0 X 0 CHAPECOENSE

CUIABÁ - Walter; João Lucas, Alan Empereur, Paulão e Uendel; Yuri Lima, Pepê (Uillian Correia), Rafael Gava (Jonatan Cafu) e Max (Osman); Elton (Jenison) e Felipe Marques (Danilo Gomes). Técnico: Jorginho.

CHAPECOENSE - Keiller; Matheus Ribeiro, Joílson, Ignácio e Busanello; Moisés Ribeiro (Alan Santos), Anderson Leite (Ezequiel) e Denner (Marquinho); Henrique Almeida (Ronei), Kaio Nunes (Lima) e Mike. Técnico: Felipe Endres.

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

CARTÕES AMARELOS - Osman (Cuiabá); Matheus Ribeiro (Chapecoense).

PÚBLICO - 6.336 pessoas.

RENDA - R$ 164.006,05

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*