Carregando...

Santos vence o Fortaleza e atinge a meta contra o rebaixamento no Brasileirão

Com dois gols do atacante Marcos Leonardo, o Santos venceu o Fortaleza por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, e chegou aos 45 pontos no Campeonato Brasileiro, praticamente se livrando do risco de rebaixamento para a Série B.

Marcos Leonardo comemora o primeiro gol do Santos contra o Fortaleza (Foto: Divulgação/Santos FC)
Marcos Leonardo comemora o primeiro gol do Santos contra o Fortaleza (Foto: Divulgação/Santos FC)
Foto: Lance!

O Peixe subiu para a 11ª colocação na classificação, abrindo nove pontos de vantagem sobre o Bahia, que tem 37. Na próxima rodada, o Santos enfrenta o Internacional, domingo, em Porto Alegre.

  • Flamengo-SP recusa proposta do Santos pelo artilheiro do Sub-20
  • Santos comunica dispensa e dá férias ao zagueiro João Cubas e outros atletas
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

O jogo

O Santos teve a primeira chance com menos de um minuto. O volante Vinícius Zanocelo deu bom passe para Ângelo, que deixou de calcanhar para Diego Tardelli. O atacante arriscou da entrada da área e a bola passou raspando a trave do goleiro Marcelo Boeck.

Empurrado pela torcida, o Santos seguiu na pressão e, sobretudo com o garoto Ângelo pelo lado esquerdo, ficou rondando o gol do Fortaleza, mas sem acertar o último passe.

O Fortaleza teve uma grande chance aos 28 minutos. Yago Pikachu cruzou da direita, Robson subiu mais que a zaga do Santos e cabeceou para o chão, mas o goleiro João Paulo fez um milagre e salvou o Peixe.

Depois desse lance, o Santos sentiu e não conseguiu mais organizar as jogadas. Pior, Felipe Jonatan e Danilo Boza saíram jogando errado algumas vezes e por muito pouco o Fortaleza não abriu o placar.

No último lance do primeiro tempo, o Peixe teve a melhor chance da partida. Ângelo cruzou da esquerda, Marcos Guilherme apareceu no segundo pau e desviou para o gol, mas o goleiro Marcelo Boeck defendeu em cima da linha. O árbitro chegou a pedir ajuda do VAR para confirmar que a bola não cruzou a linha.

O Santos voltou para o segundo tempo sem dois seus jogadores mais experientes, Marinho e Diego Tardelli, que sentiram desconforto muscular. Os garotos Gabriel Pirani e Marcos Leonardo entraram com a missão de comandar as ações ofensivas do time.

A primeira boa chance do Peixe saiu aos 16 minutos. Ângelo fez boa jogada e foi travado na entrada da área, Gabriel Pirani aproveitou a sobra e chutou de primeira, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

O gol saiu aos 26 minutos. Após cobrança de escanteio da esquerda, a bola bateu na mão do volante Ronald. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães mandou o jogo seguir, mas foi chamado pelo VAR e, após analisar as imagens, marcou pênalti. Marcos Leonardo cobrou e marcou o primeiro gol do Peixe.

No final, o Santos ampliou. Marcos Leonardo puxou contra-ataque, tabelou com Gabriel Pirani e soltou uma bomba para fazer o segundo gol e garantir a vitória e a salvação do Peixe.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 FORTALEZA

Data e hora: 25 de novembro de 2021, às 19h00 (horário de Brasília)

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)

Assistentes: Michael Correia (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)

Árbitro de vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Gols: Marcos Leonardo, 26'/2ºT (1-0) e aos 44'/2ºT (2-0)

Cartões amarelos: Vinícius Zanocelo, Marcos Guilherme e Marcos Leonardo (SAN) e Yago Pikachu e Marcelo Benevenuto (FOR)

Público: 11.313

Renda: 223,880,00

SANTOS: João Paulo; Kaiky, Luiz Felipe e Danilo Boza; Marcos Guilherme, Vinicius Zanocelo (Camacho, aos 15'/2ºT), Felipe Jonatan (Sandry, aos 46'/2ºT ) e Lucas Braga; Marinho (Gabriel Pirani, no intervalo), Ângelo (Vinícius Balieiro, aos 34'/2ºT) e Diego Tardelli (Marcos Leonardo, no intervalo). Técnico: Fábio Carille

FORTALEZA: Marcelo Boeck; Tinga, Benevenuto e Titi; Yago Pikachu (Lucas Crispim, aos 27'/2ºT), Bruno Melo, Éderson, Ronald (Edinho, aos 34'/2ºT) e Matheus Vargas (Lucas Lima, aos 27'/2ºT); David (Romarinho, aos 40'/2ºT) e Robson (Wellington Paulista, aos 40'/2ºT). Técnico: Juan Pablo Vojvoda


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*