Carregando...

Zé Ricardo prega evolução no Vasco para transformar São Januário em "caldeirão"

O Vasco vive a expectativa do duelo contra o Bahia, neste domingo, em São Januário. Os cruzmaltinos podem entrar no G4 da Série B nesta rodada.

O técnico Zé Ricardo vem buscando aliar resultado com performance. O comandante admitiu que o foco é na evolução para fazer o torcedor transformar São Januário em um "caldeirão".

  • CBF atende à recomendação da Polícia Militar e jogo entre Vasco e Bahia é adiado
  • Palacios entra no lugar de Nene, melhora atuação do Vasco e cria 'dilema' para Zé Ricardo. Entenda!
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

"A gente entende essas emoções todas do torcedor e por parte da imprensa. Queremos melhorar, evoluir e trazer realmente alegria a todos nós vascaínos. Entendo a insatisfação, mas também queremos melhorar em relação à performance", disse.

"Importante dizer que a torcida está no direito de cobrar, mas fica claro que, quando está ao nosso lado, e ela tem ficado muito do nosso lado, São Januário vira um caldeirão para o nosso adversário", completou.

Zé Ricardo falou sobre a iminente transformação do Vasco em SAF. O treinador revelou que foi parabenizado por um funcionário da 777 Partners após a vitória sobre o CSA.

"Eu queria dar uma resposta mais complexa sobre tudo isso, mas não consigo fazer esse exame de futurologia. Temos muita coisa para pensar, nos preocupar. Todos nós sabemos aqui, a gente vive com muita intensidade o dia a dia e preocupados com a sequência da competição, logística. Em qualquer lugar, quando existe um dono novo, são as regras daquela pessoa, daquele grupo", declarou.

Tivemos aquele contato, eles conheceram o CT, todo mundo aqui. Em um jogo funcionário da 777 esteve aqui mandou mensagem parabenizando pela vitória, eu também retribui parabenizando sobre a virada sensacional do Genoa sobre a Juventus. Mas não sei dizer o que pode ser feito", completou.

O Vasco está na quinta posição da Série B, com dez pontos, atrás do Grêmio apenas nos critérios de desempate.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*