Carregando...

Rafael Ramos, do Corinthians, é preso no Beira-Rio por suposto caso de injúria racial

O lateral-direito Rafael Ramos, do Corinthians, foi preso nesta noite no estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre, após caso de suposta injúria racial cometido contra o jogador Edenílson, do Internacional. As equipes jogaram pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro e empataram por 2 a 2.

Segundo informações divulgadas pelo UOL, o jogador foi preso em flagrante e está detido no posto policial do estádio. O atleta deve ser liberado mediante pagamento de fiança, estipulada em R$ 10 mil. Ainda segundo a matéria, o Alvinegro informou que vai realizar o pagamento nas próximas horas.

  • Adriano posta mensagem enigmática após amiga delegada ser alvo de operação
  • Tite convoca Seleção Brasileira para amistosos em junho; veja nomes
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Perto dos 30 minutos de partida, o meio-campista Edenílson acusou o lateral Rafael Ramos de tê-lo chamado de "macaco". Roberto de Andrade, diretor de futebol do Alvinegro, disse que Rafael afirmou ter dito "mano c…".

VEJA MAIS:

Polícia Civil vai ao vestiário do ouvir depoimento de Edenilson após acusação de racismo

Autor do gol de empate, Jô revela explicação de Rafael Ramos para caso de suposto racismo

VP lamenta empate, mas reconhece reação do Corinthians; treinador também falou sobre Rafael Ramos

Internacional declara apoio a Edenilson em suposto caso de racismo: "Acreditamos no nosso atleta"

Presidente do Inter revela bastidores e endossa posição de Edenílson em suposta injúria racial

Mano Menezes vê denúncia de Edenílson "tão séria quanto" suposta fala de Rafael Ramos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*