Carregando...

Há 8 anos, Neo Química recebia abertura da Copa de 2014 e iniciava relação de sucesso com a Seleção

O dia 12 de julho marca uma data especial para o estádio do Corinthians. Há oito anos, em 2014, a Neo Química Arena recebia a estreia da Copa do Mundo de 2014, com show de abertura e vitória da Seleção Brasileira contra a Croácia. A partida iniciou um retrospecto vitorioso do Brasil na casa do Timão.

Na época, o estádio ainda se chamava Arena Corinthians, sendo esta uma nomeação prévia à venda dos naming rights para a Neo Química, negócio selado em setembro de 2020.

  • 'Preço do fracasso tem custo muito maior', diz narrador da ESPN sobre multa de Paulo Sousa
  • Delegação da Bulgária sofre acidente, e jogador da seleção tem traumatismo craniano
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

A arena foi construída justamente para receber a Copa do Mundo. As obras começaram em 2011, porém o Corinthians estreou o estádio às apenas em maio de 2014, às vésperas do Mundial.

Abertura da Copa

Antes do apito inicial, o gramado recebeu o show de abertura com a cantora brasileira Cláudia Leitte e a americana Jennifer Lopez, ao lado do rapper Pitbull, também norte-americano.

Com a bola rolando, o jogo começou com um susto para o Brasil. Aos 10 minutos, Olic cruzou rasteiro e Marcelo desviou contra o próprio gol. Assim, os croatas começaram na frente com gol contra do lateral.

No entanto, ainda no primeiro tempo, aos 29 minutos, Neymar bateu rasteiro de fora da área e conseguiu o empate. Apesar do esforço brasileiro, o placar persistiu até o intervalo.

Contudo, a virada brasileira veio na segunda etapa. De pênalti, Neymar marcou o segundo gol brasileiro aos 26 minutos. No final da partida, já nos acréscimos, Oscar fechou a conta. O meia bateu de fora da área e, dessa forma, fechou o placar em 3 a 1 para o Brasil.

Foto: Gazeta Esportiva
Seleção tem histórico de vitórias na Neo Química Arena

Desde a abertura da Copa de 2014, o estádio do Corinthians é sinônimo de vitória para a Seleção Brasileira principal. Ao todo, considerando o duelo contra a Croácia, são cinco vitórias em cinco jogos no estádio, com 17 gols marcados (3,4 por jogo) e apenas um sofrido.

O único gol sofrido foi justamente o gol contra marcado por Marcelo. Dessa forma, a Seleção segura a marca de jamais ter sido vazada por um jogador adversário jogando na Neo Química.

No ano de 2017, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, vitória marcante por 3 a 0 diante do Paraguai.

Em 2019, goleada por 5 a 0 contra o Peru, na fase de Grupos da América, abrindo caminho para o título do Brasil - futuramente consolidado diante do mesmo adversário, desta vez no Maracanã.

Um ano depois, nova goleada por 5 a 0, desta vez contra a Bolívia, pelas Eliminatórias para a Copa de 2022. Pelo mesmo torneio, o jogo mais recente da Seleção na Neo Química: vitória por 1 a 0 contra a Colômbia, selando a classificação brasileira para o Mundial no Catar.

As Eliminatórias para a Copa deste ano contariam, ainda, com um clássico entre Brasil e Argentina, mas o jogo foi interrompido pelas autoridades da Anvisa, devido a irregularidades nos protocolos sanitários contra a covid-19.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*