Carregando...

Leclerc lamenta tráfego e pit-stop lento em "frustrante" GP do Canadá

Charles Leclerc terminou GP do Canadá em quinto
Charles Leclerc terminou GP do Canadá em quinto
Foto: Ferrari / Grande Prêmio

FÓRMULA 1 2022 AO VIVO: TUDO SOBRE O GP DO CANADÁ DE F1 | Briefing

Charles Leclerc não tinha uma missão fácil no GP do Canadá neste domingo (19). Largando na 19ª posição após trocar diversos componentes de sua unidade de potência, o monegasco precisou fazer diversas ultrapassagens para terminar a corrida em quinto e ser eleito como piloto do dia pelos fãs. Após a boa recuperação, Leclerc surpreendeu ao revelar como se sentia com o resultado.

  • Leclerc é punido com dez posições no grid do Canadá
  • Aston Martin F1 satisfeita com atualização polêmica
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

"Nada bem. Foi uma corrida super frustrante. Obviamente, nós estávamos brigando com carros que estavam com pneus novos, então na saída da curva 10 eu não tinha nenhuma tração em comparação com eles, o que dificultou muito para fazer as ultrapassagens. Fiquei muitas e muitas voltas atrás do Esteban [Ocon], então foi bem frustrante", afirmou o monegasco.

"No final da corrida, com pneus novos, eu pude ser mais agressivo e mergulhar na curva 10, onde conquistei posições. No geral, largando em último, você não pode esperar muito mais, ainda mais porque a Mercedes estava forte hoje", explicou Charles.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Charles Leclerc terminou o GP do Canadá frustrado (Foto: AFP)

Além das dificuldades para ultrapassar a Alpine de Ocon, a Ferrari também complicou a vida de seu piloto com um pit-stop bem ruim, que o colocou atrás de uma fileira de carros. Um safety-car no final da prova ainda abriu possibilidade para Leclerc passar a dupla da equipe francesa, mas isso não tirou a sensação de que as coisas poderiam ter corrido de outra forma.

"Eu tive que ser mais agressivo do que gostaria. Obviamente, eu sabia que precisava de pontos hoje, mas nada aconteceu da maneira que gostaríamos hoje. O pit-stop também, nós tivemos problemas e voltamos atrás dos quatro carros que estávamos tentando evitar, e aí fiquei atrás de outra fila de carros com DRS e tive que compensar isso. É o que é, e, considerando a situação, esse era o melhor resultado possível", concluiu Leclerc.

O resultado mantém o monegasco na terceira colocação, 49 pontos atrás do líder Max Verstappen, que segurou a pressão de Carlos Sainz para vencer a sexta na temporada. A Fórmula 1 retorna no dia 3 de julho, para o GP da Inglaterra em Silverstone.

QUAL O LIMITE PARA VERSTAPPEN NA FÓRMULA 1 2022?

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*