Carregando...

Brasileiros falam sobre expectativa para a disputa da etapa de Saquarema do Mundial de Surfe

Nesta terça-feira (23), quatro sufistas brasileiros participaram de uma coletiva de imprensa em Saquarema, no Rio de Janeiro, palco da 8ª etapa do Circuito Mundial de Surfe da WSL, que retorna ao Brasil após um hiato devido ao coronavírus. Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, João Chianca e Tati Weston-Webb falaram sobre a expectativa para o início da competição.

Gabriel Medina, Tati Weston-Webb e ítalo Ferreira durante coletiva em Saquarema (Foto: Divulgação / WSL)
Gabriel Medina, Tati Weston-Webb e ítalo Ferreira durante coletiva em Saquarema (Foto: Divulgação / WSL)
Foto: Lance!

Após optar por não participar de boa parte da temporada para cuidar do seu lado mental, Medina chega a Praia de Itaúna precisando de um bom resultado para subir no ranking e seguir na briga por uma vaga na fase final. Na coletiva, o tricampeão mundial reconheceu o efeito da pausa em seu ritmo, mas destacou a importância da decisão.

  • Após beijos na praia, Diego Hypólito revela identidade de loira pelas redes sociais
  • Avião de Neymar faz pouso de emergência em Roraima
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

- (Pausa) Prejudicou bastante o meu surfe. Foi muito bom ter ficado em casa me cuidando. Não é segredo, eu passei por várias coisas, mas hoje eu me sinto aliviado. Acho que tudo na vida é um ciclo, um processo para um dia a gente dar valor a certas coisas. O que eu estou vivendo hoje é um sonho. Eu aprendi a ver a vida de um jeito positivo, o que me deixa mais leve, porque a nossa vida é corrida, a gente viaja direto e fica longe da família e dos amigos - valorizou Medina.

O brasileiro, que disputou apenas as duas últimas etapas até aqui - retornou em G-Land, etapa da Indonésia, onde parou nas semifinais, mesmo resultado obtido em Punta Roca, etapa de El Salvador -, também falou sobre a pressão por uma boa exibição para seguir na busca pelo tetra.

- Estou feliz de ter voltado a competir, peguei duas semifinais e o que eu quero agora é surfar e aproveitar o meu tempo na água. Estava fora de ritmo e a minha estratégia é ir para a água fazer o meu melhor. Tenho feito coisas diferentes, tenho passado bastante tempo junto de toda a equipe brasileira, o que tem sido muito divertido. Foi legal ter voltado para o Tour e ter sido recepcionado por eles. Meu objetivo agora é me divertir - pontuou Gabriel que, além de um resultado individual positivo, também mostrou sua torcida por uma final brasileira.

- Se Deus quiser chegar nas finais e, se Deus quiser mesmo, uma final brasileira. Seria um sonho - finalizou.

POLÊMICAS SOBRE NOTAS

Quem também conversou com a imprensa foi Ítalo Ferreira, medalha de ouro em Tóquio 2020 e campeão mundial em 2019. Questionado sobre as últimas polêmicas envolvendo as notas dos juízes do Circuito Mundial, o brasileiro preferiu minimizar para focar apenas em suas apresentações.

- É algo que não está no nosso controle. Não vale a pena ficar no negativo, o foco está em surfar e, como disse o Gabriel, não deixar dúvidas na hora da bateria - disse Ítalo.

'SOLITÁRIA' SURFISTA

Única representante do Brasil entre as mulheres, Tati Weston-Webb segue na busca pelo seu primeiro título mundial. Após resultados expressivos na última temporada, quando acabou com o vice-campeonato, a brasileira tem oscilado mais este ano, ocupando a 9ª posição no ranking atualmente.

O Rio Pro, realizado na Praia de Itaúna, contará com 11 brasileiros na disputa e terá transmissão no site da WSL. O Sportv3, o Globoplay e o GE também exibem a competição a partir das 7h desta quinta-feira.

CONFIRA AS BATERIAS DA 1ª FASE

- Masculino

1. Italo Ferreira (BRA) x Matthew McGillivray (AFS) x João Chianca (BRA)

2. Griffin Colapinto (EUA) x Jake Marshall (EUA) x Michael Rodrigues (BRA)

3. Jack Robinson (AUS) x Samuel Pupo (BRA) x Mateus Herdy (BRA)

4. Filipe Toledo (BRA) x Nat Young (EUA) x Miguel Tudela (PER)

5. Kanoa Igarashi (JAP) x Kolohe Andrino (EUA) x Yago Dora (BRA)

6. Ethan Ewing (AUS) x Connor O'Leary (AUS) x Gabriel Medina (BRA)

7. Callum Robson (AUS) x Jordy Smith (AFS) x Jackson Baker (AUS)

8. Miguel Pupo (BRA) x Caio Ibelli (BRA) x Jadson Andre (BRA)

Feminino

1. Brisa Hennessy (CRC) x Lakey Peterson (EUA) x Gabriela Bryan (HAV)

2. Carissa Moore (HAV) x Tatiana Weston-Webb (BRA) x Sol Aguirre (PER)

3. Johanne Defay (FRA) x Courtney Colongue (EUA) x Caroline Marks (EUA)

4. Stephanie Gilmore (AUS) x Isabella Nichols (AUS) x Sally Fitzgibbons (AUS)


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*