Carregando...

Bagnaia bate Aleix Espargaró com cronômetro zerado e lidera TL2 agitado em Assen

Francesco Bagnaia colocou a Ducati na ponta em Assen
Francesco Bagnaia colocou a Ducati na ponta em Assen
Foto: Ducati / Grande Prêmio

DO DOMÍNIO DE MARC MÁRQUEZ AO ZERO: A HONDA DE PONTA CABEÇA NA ALEMANHA

Francesco Bagnaia ainda não sabe a razão de ter caído na Alemanha, mas já tratou de virar a página e exibir um ritmo forte no segundo treino da MotoGP em Assen. Depois de iniciar a segunda atividade para o GP da Holanda com pista molhada, o italiano aproveitou a entrada em cena dos slicks para desfilar o bom ritmo da Ducati e assegurar o topo da folha de tempos desta sexta-feira (24).

  • Acosta fratura fêmur em acidente de motocross e fica fora do GP da Holanda na Moto2
  • Viñales minimiza abandono e vê GP da Alemanha como "melhor corrida do ano"
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Tal qual aconteceu pela manhã, a pista começou molhada no treino da tarde, mas, sem chuva, um trilho seco logo se formou. Os slicks, então, entraram em campo, promovendo uma intensa troca de posições na folha de tempo. Ao fim dos 45 minutos de atividade, foi Pecco quem levou a melhor, com a mais rápida de 19 voltas em 1min33s274.

PROGRAMAÇÃO DA TV

Francesco Bagnaia ditou o ritmo nesta tarde em Assen (Foto: Ducati)

CLASSIFICAÇÃO DA MOTOGP

Só 0s178 mais lento, Aleix Espargaró acabou na segunda colocação, diante de Fabio Quartararo, o líder do Mundial. Álex Rins, ainda sofrendo com o punho lesionado, ficou com o quarto posto, diante de Jack Miller.

Joan Mir colocou a outra Suzuki na sexta colocação, na frente de Maverick Viñales. Brad Binder ficou em oitavo, seguido por Johann Zarco. Marco Bezzecchi, que sofreu duas quedas nesta sexta-feira, fecha a lista dos dez melhores.

O terceiro treino para o GP da Holanda de MotoGP, em Assen, acontece neste sábado, às 4h55 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

Saiba como foi o segundo treino da MotoGP para o GP da Holanda:

Assim como aconteceu no primeiro treino mais cedo, a chuva deu o tom da atividade vespertina da MotoGP em Assen. Quando os pilotos voltaram para a pista, o céu seguia bastante nublado, ainda que tivesse parado de gotejar. A temperatura estava em 18°C, com o asfalto batendo a marca de 23°C. A umidade relativa do era de 4%, com a velocidade do ar em 8 km/h.

Fabio Quartararo abriu a sessão no topo da tabela de tempos, mas logo foi substituído por Miguel Oliveira. O português, porém, ficou apenas brevemente por lá, já que Aleix Espargaró tomou o comando com 1min42s701.

Jack Miller subiu para o segundo posto, só 0s028 mais lento que o piloto da Aprilia. Álex Márquez vinha em terceiro, diante de Joan Mir e Pol Espargaró.

Sem a chuva, a pista já começava a mostrar uma estreita linha seca, o que complicava ainda mais as coisas para os pilotos, já que a pista ficava muito mais desafiadora.

Com 1min42s312, Álex Rins assumiu a liderança. Logo depois, Álex Márquez virou 0s197 e passou para o comando, com Johann Zarco separando os dois pouco depois.

Pecco Bagnaia também conseguiu avançar e subiu para a segunda colocação, 0s159 atrás de Márquez. Zarco caiu parra terceiro, diante de Rins e Aleix.

Pouco depois, Franco Morbidelli passou em 1min41s834 e tomou a liderança, abrindo 0s281 de margem para o caçula de Roser e Julià Márquez. Mais atrás, Mir passou Aleix e se colocou em sexto.

Oliveira também conseguiu avançar. O piloto da KTM foi a 1min40s540 e tomou a ponta, 1s294 melhor que Morbidelli. Pouco depois, Aleix foi ao segundo posto, 0s820 atrás o líder.

Com pouco menos de 23 minutos para o fim da sessão, Luca Marini calçou os slicks e foi para a pista. O piloto da VR46 tinha um macio na frente e um médio atrás.

Enquanto isso, Zarco virou 1min39s511 e subiu para a liderança, 1s029 melhor que Miguel. Pol e Aleix vinham em seguida, diante de Morbidelli, Mir, Jorge Martín, Márquez, Bagnaia e Rins.

Com 12 minutos para o fim, Quartararo subiu para a segunda colocação, 0s105 atrás de Marini, que tinha ido para os boxes da VR46. Di Giannantonio era o terceiro, diante de Savadori, Oliveira e Zarco.

Miller, então, foi a 1min36s979 para assumir o comando, mas foi imediatamente superado por Oliveira, que foi 0s698 melhor. Di Giannantonio avançou para segundo em seguida.

Quartararo conseguiu melhorar mais um pouco, 0s026 melhor que Oliveira. Mas não parou por aí. Bagnaia conseguiu 1min36s177 e tomou a ponta em Assen, sendo engolido de imediato por Lorenzo Savadori e Marco Bezzecchi, que ficou com a primeira posição ao anotar 1min35s880.

Com 1min35s496, Bagnaia tomou a liderança, 0s384 melhor do que Bezzecchi. Miller veio na sequência para fazer um 1-2-3 da casa de Bolonha, mas Oliveira virou o jogo ao tomar a liderança por 0s477.

Quartararo subiu para segundo pouco depois, com Bagnaia e Morbidelli passando à frente logo depois. Miller tomou o terceiro posto, mas foi imediatamente superado por Pol Espargaró. Nakagami também apertou o passo e pulou para segundo, antes de ser superado por Viñales.

Perto da marca de cinco minutos para o fim do TL2 em Assen, Bagnaia superou Oliveira por 0s178 para ficar com a liderança, com Enea Bastianini surgindo para ocupar a quinta colocação.

Quartararo, então, virou 1min34s420 e assumiu a ponta, mas logo ficou atrás de Bezzecchi, que foi 0s108 melhor. O tempo do francês, contudo, acabou cancelado.

Logo em seguida, Fabio fez 1min33s908 e voltou à liderança, 0s404 melhor que Bezzecchi. Marco, aliás, caiu pouco depois, na De Strubben, a curva 5 de Assen. O piloto italiano, porém, não se machucou.

Álex Rins saltou para segundo, com Zarco também avançando para ser o terceiro colocado. Pouco depois, Aleix Espargaró foi a 1min33s652 e assumiu a liderança, 0s256 melhor que Quartararo. Bagnaia também foi mais rápido em Assen e se colocou em segundo.

Com a bandeira quadriculada tremulando em Assen, Aleix melhorou para 1min33s452 e ampliou para 0s348 a margem para Pecco, que vinha em volta. Quartararo saltou para segundo, mas caiu uma posição quando Bagnaia foi a 1minn33s274 e ficou com a liderança.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2.

MILLER MANTÉM STATUS, MAS DÁ PASSO ATRÁS COM IDA PARA KTM NA MOTOGP

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*