Carregando...

De Cavani a James: Textor busca estrela para o Botafogo no primeiro ano de projeto

John Textor está há pouco tempo no Brasil, mas chegou tentando fazer barulho. O dono da SAF do Botafogo está em busca de um reforço de impacto para o primeiro ano do projeto de clube-empresa. A bola da vez é James Rodríguez, mas outros já ocuparam o posto.

Cavani, James e Zahavi são ou foram pauta no Botafogo (Montagem Lance!Fotos: AFP; Divulgação; Divulgação)
Cavani, James e Zahavi são ou foram pauta no Botafogo (Montagem Lance! Fotos: AFP; Divulgação; Divulgação)
Foto: Lance!

Ainda no começo do ano, o "grande sonho" do norte-americano foi Edinson Cavani. De saída do Manchester United-ING - o que acabou sendo confirmado posteriormente -, o uruguaio entrou na mira do empresário, que fez uma proposta ao uruguaio. Não deu certo: o jogador de 35 anos não correspondeu aos números do Alvinegro, que também saiu das conversas.

  • Parceria no Botafogo? Veja jogadores sem espaço no Lyon, novo clube de John Textor
  • Lucas Piazon ressalta luta do Botafogo em vitória e tranquiliza após agressão
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

O centro das atenções, então, virou Eran Zahavi. Ainda em fevereiro, o Botafogo começou a negociar com o israelense. Longos quatro meses se passaram e as conversas ainda não tiveram uma definição: o ex-jogador do PSV chegou a dar a palavra ao Glorioso e ficar perto do clube, mas recuou nos últimos dias por questões familiares envolvendo segurança.

As negociações com o atacante continuam rolando, mas John Textor já tem outro nome de calibre mundial engatilhado: James Rodríguez. O meia colombiano é o novo "sonho de consumo" do empresário, que conversou diretamente com o estafe do atleta sobre a chance de jogar no Glorioso.

O nome, inicialmente, sequer havia passado pelos setores internos de mercado do Botafogo. Tudo foi trazido à tona por Textor, que considera como uma opção viável já que James está atuando no Qatar e existe a possibilidade de deixar o futebol asiático. A operação é considerada difícil.

Tentativa e erro. John Textor segue na busca por um jogador que possa mudar o Botafogo de patamar dentro e fora de campo. A intenção do empresário - além, claro, de trazer retorno técnico - também é colocar um atleta que traga visibilidade em marketing e ações pela popularidade que carrega consigo.

Cavani é passado, Zahavi é realidade - mesmo que com a situação mais complicada se comparada de outrora - e James Rodríguez é sonho. E não deve parar por aí, pelo menos até que haja um final feliz. John Textor quer um jogador que "pare aeroporto" ao Botafogo.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*