Carregando...

Sainz admite ano duro, mas mostra alívio com a 1ª vitória na F-1: 'Estava na hora'

Carlos Sainz, enfim, se mostrou aliviado com a sua primeira vitória na Fórmula 1. O espanhol admitiu que vem tendo um ano difícil, mas festejou por ter conquistado o lugar mais alto do pódio, após ultrapassar Charles Leclerc nas voltas finais do GP de Silverstone após 150 corridas na modalidade.

"Estava na hora. Acho que uma primeira vitória é sempre um alívio, não vou mentir. Da mesma forma que a pole position não parecia real ontem (sábado), hoje (domingo) a vitória parece mais. Aí está, você tem uma vitória na Fórmula 1 e com certeza vou continuar lutando por mais. Sinceramente, nunca deixei de acreditar que essa vitória viria", disse Sainz.

  • Em novo trecho de entrevista, Piquet é homofóbico ao falar de Hamilton
  • Piquet pede desculpa a Hamilton, mas alega "tradução incorreta"
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

O espanhol admitiu que já vinha sonhando com essa vitória, que veio após 150 corridas ao longo de sua carreira, por ter feito bons GPs, tanto em Mônaco quanto no Canadá - terminou no segundo lugar.

"Mesmo que este ano tem sido difícil para mim, e não tenha sido o mais fácil, eu sabia que em Mônaco eu poderia ter vencido, eu sabia que no Canadá estava super perto e já era hora de algo acontecer em uma corrida. que você pode vencer... então continue acreditando; se tem algo que esse esporte me ensinou, continue acreditando. Este é um grande exemplo que ainda acontece", completou.

Sainz falou também sobre o duelo caseiro com Charles Leclerc. A dupla da Ferrari protagonizou uma longa batalha ao longo da corrida. O espanhol chegou a deixar o monegasco ultrapassá-lo, mas recuperou a posição após ter sido chamado no box para colocar o composto de pneus macios, resultado de Safety Car. A estratégia da escuderia gerou muita reclamação por parte de Leclerc.

"Sempre fui um jogador de equipe, e sempre serei, especialmente na Ferrari. Sei que o time está à minha frente e de meus interesses pessoais. Eu tinha a mesma filosofia quando Charles me ultrapassou, e quando o ultrapassei de volta. Hoje é um bom exemplo de que administramos a corrida; tínhamos dois carros, primeiro e segundo, antes do reinício do Safety Car", concluiu.

Silverstone se tornou uma corrida ainda mais especial para o espanhol, que já havia feito a pole position pela primeira vez na carreira, além de ter conquistado a vitória na Fórmula BMW, em 2010.

"Uma primeira vitória após 150 corridas e com a Ferrari, em Silverstone, não posso pedir mais. É um dia muito especial, eu nunca esquecerei. Silverstone tem sido um lugar especial para mim. Minha primeira vitória de corrida foi aqui, na Fórmula BMW em 2010, e a primeira pole position também. De repente, 12 anos depois, consegui exatamente o mesmo, mas na Fórmula 1 com a Ferrari", salientou. Em alta, Sainz volta à pista no próximo fim de semana para o GP da Áustria.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar