Carregando...

Yuri Alberto brilha, Corinthians goleia Atlético-GO e avança à semi da Copa do Brasil

Elenco fechado marcou classificação corintiana sobre o Atlético-GO (Foto: Alex Silva / Lancepress!)
Elenco fechado marcou classificação corintiana sobre o Atlético-GO (Foto: Alex Silva / Lancepress!)
Foto: Lance!

E o vira vira aconteceu em Itaquera. Derrotado pelo Atlético-GO por 2 a 0 no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, o Corinthians reverteu o resultado no confronto de volta, realizado nesta quarta-feira (17), na Neo Química Arena. O show ficou por conta do centroavante Yuri Alberto, que marcou três gols.

O Time do Povo ocupou o gol adversário desde o primeiro segundo da partida, mas só conseguiu abrir o placar no fim do primeiro tempo, com o zagueiro Gil. Na etapa final, Yuri deixou a sua marca três vezes e garantiu o resultado.

  • Corinthians chega ao último dia da janela com reforços badalados e saídas de jogadores importantes
  • Derrotas para Flamengo e Palmeiras aumentam a responsabilidade do Corinthians contra o Atlético-GO
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Nos minutos finais, o Dragão diminuiu com o atacante Wellington Rato, mas o lance ficou longe de assustar os corintianos, que garantiram a vaga à semifinal, para enfrentar o Fluminense.

DOIS MINUTOS E TIMÃO LEVA PERIGO

Logo aos dois minutos de jogo, o Corinthians chegou com muito perigo com Róger Guedes, pelo lado esquerdo. O camisa 10 corintiano passou por dois marcadores atleticanos e encheu o pé no canto direito do goleiro Renan, que voou para espalmar.

TIMÃO ON FIRE

O Corinthians seguiu pressionando no início do jogo. A equipe corintiana encurralava o Dragão. O time foi vertical, buscou o um contra um, mas parava nas definições.

Aos cinco minutos, a dupla Yuri Alberto e Róger Guedes passou perto de tirar o zero do placar.

Yuri recebeu passe de Adson, abriu o compasso, bateu cruzado e obrigou nova defesa de Renan. No rebote, Róger tentou finalizar, mas a finalização foi bloqueada.

RÓGER GUEDES ACERTA A TRAVE

Dono da melhor jogada do Corinthians no início do jogo, Róger Guedes novamente é o responsável por quase abrir o placar para o Timão. Aos 35 minutos da etapa inicial, o jogador carregou a bola na intermediária ofensiva, encheu o pé e colocou curva na bola, que caprichosamente explodiu na trave direita do goleiro Renan.

GOL COM A CABEÇA MAS DE CORAÇÃO

De tanto insistir, o Corinthians conseguiu abrir o placar ainda no primeiro tempo, com o zagueiro Gil.

Aos 41 minutos da etapa inicial, Renato Augusto cruzou pelo lado direito, o defensor corintiano se desvencilhou da marcação e subiu de cabeça de forma precisa.

Com a bola na rede, a Neo Química Arena foi abaixo, o banco de reservas corintiano explodiu e o clima foi completamente alvinegro.

E VAI, CORINTHIANS

No mesmo ritmo do primeiro tempo, o Corinthians iniciou a etapa final. Logo aos dois minutos, Du Queiroz caiu pela direita, a bola sobrou para Fausto que finalizou torto, a bola passou próximo à Yuri Alberto, que não alcançou e a bola se perdeu.

Mal sabia o centroavante corintiano, que naquela altura não tinha gols marcados pelo clube, que aquele lance nem faria falta.

Em cima, o Timão ainda tentou novamente com Fausto, que armou para finalizar de fora da área, aos três minutos da etapa final, mas escorregou no momento de encher o pé.

E FOI CORINTHIANS

Se aos dois e três minutos do segundo tempo não deu para o Corinthians, no quarto minuto da etapa final a bola não poderia deixar de entrar.

Adson lançou Róger Guedes, que arredondou, ganhou da marcação e serviu Yuri Alberto, que invadiu a área pelo lado esquerdo e finalizou firme para balançar as redes pela primeira vez com a camisa corintiana.

GIL QUASE MARCA O SEGUNDO DELE

Em busca do terceiro gol, o zagueiro Gil quase viveu uma noite de artilheiro, quando recebeu cruzamento de Róger Guedes, subiu mais alto que todo mundo e obrigou Renan fazer grande defesa.

YURI ALBERTO MARCA O SEGUNDO DELE

Aos 10 minutos da etapa final, Renato Augusto deu a segunda assistência dele no jogo, para o segundo gol de Yuri Alberto. O camisa 8 cobrou falta no meio da área, o centroavante subiu mais alto que todo mundo e colocou no fundo da rede.

Com o tento anotado, o Coringão tomava a frente no placar agregado.

YURI ALBERTO IMPRESSIONANTE

E tudo dava certo para o Corinthians, tanto que aos 26 minutos do segundo tempo um chutão de Gil no campo de defesa chegou até o iluminado Yuri Alberto, que encarou e ganhou da marcação, invadiu a área e encobriu o goleiro Renan, marcando o terceiro dele e o quarto do Timão.

SUSTO NO FIM

Aos 40 minutos do segundo tempo, o Atlético-GO diminuiu. Giovane havia entrado no lugar de Róger Guedes e, dois minutos depois, derrubou Hayner na entrada da área. Na cobrança ensaiada, Wellington Rato colocou no ângulo direito do goleiro Cássio.

A partir dali, foram 10 minutos de sofrimento para os corintianos, mas neste período o Dragão nem de perto conseguiu levar perigo para o Timão.

Por fim, os corintianos venceram por 4 a 1 e avançaram à semifinal da Copa do Brasil, para enfrentar o Fluminense.

CORINTHIANS 4 X 1 ATLÉTICO-GO

COPA DO BRASIL - QUARTAS DE FINAL - JOGO DE VOLTA

Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)

Data e hora: 17 de agosto de 2022, às 21h30

Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (FIFA/RJ)

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (FIFA/RJ)

Árbitro de vídeo: Rafael Traci (SC)

Público/renda:

Cartões amarelos: Cássio, Cantillo, Filipe Almeida, Raul Gustavo e Yuri Alberto (Corinthians);Wellington Rato (Atlético-GO)

Cartões vermelhos:

GOLS: 1-0 Gil (41'/1T); 2-0 Yuri Alberto (4'/2T); 3-0 Yuri Alberto (10'/2T); 4-0 Yuri Alberto (26'/2T); 4-1 Wellington Rato (42'/2T)

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Gil, Balbuena e Fábio Santos; Du Queiroz (Giuliano, 19'/2T), Fausto Vera e Renato Augusto (Cantillo, 27'/2T); Adson (Gustavo Mosquito, 27'/2T), Yuri Alberto (Júnior Moraes, 38'/2T)e Róger Guedes (Giovane, 38'/2T). Técnico: Vítor Pereira.

ATLÉTICO-GO

Renan; Dudu (Hyaner, 9'/2T), Wanderson, Lucas Gazal e Jefferson (Arthur Henrique, 19'/2T); Gabriel Baralhas (Peglow, 28'/2T), Marlon Freitas e Jorginho (Airton); Wellington Rato, Léo Pereira (Ricardinho. 9'/2T) e Luiz Fernando. Técnico: Jorginho.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*