Carregando...

Ataque com Yuri Alberto e Róger Guedes funciona e indica solução para Vítor Pereira no Corinthians

O Corinthians conseguiu reverter sua situação na Copa do Brasil ao vencer o Atlético Goianiense, por 4 a 1, na Neo Química Arena, nesta quarta-feira. A equipe alvinegra havia perdido o jogo de ida por 2 a 0 e precisava de um triunfo por ao menos três gols de diferença para avançar às semifinais. Yuri Alberto e Róger Guedes formaram a parceria ideal do ataque corintiano e conduziram o time à expressiva vitória.

Yuri Alberto anotou três gols e encerrou o jejum de oito jogos sem balançar as redes desde sua chegada ao Corinthians. O jovem atuou novamente centralizado e desencantou no segundo tempo. Róger Guedes foi mais participativo no primeiro tempo, acertou a trave e mostrou mobilidade, transitando da ponta para o meio. No segundo, cumpriu bem o posicionamento defensivo e mostrou que tem capacidade de resolver as debilidades apontadas outrora por Vítor Pereira.

  • Corinthians chega ao último dia da janela com reforços badalados e saídas de jogadores importantes
  • Derrotas para Flamengo e Palmeiras aumentam a responsabilidade do Corinthians contra o Atlético-GO
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Após a partida de ida em Goiânia, há três semanas, o técnico Vítor Pereira deu um recado claro à dupla ao afirmar que seu desempenho defensivo havia deixado a desejar e que, desse modo, seria impraticável colocar Yuri Alberto e Róger Guedes juntos em campo.

"A opção por jogar com Róger (Guedes) e Yuri (Alberto) foi minha, só eu tenho que assumir a responsabilidade, mas não me parece que a gente consiga defender os corredores dessa forma. Para mim, claramente, não dá, não dá. Dessa forma, não dá", concluiu o treinador, expondo as falhas nas marcações nas laterais.

Sem muitas opções ofensivas, Vítor Pereira disse após a derrota para o Palmeiras que não tinha solução à vista. "Eu disse que eles (Róger Guedes e Yuri Alberto) não podiam estar juntos em determinados jogos. Mas, nesse momento, que soluções nós temos? Perdemos o Willian e o Mantuan, os dois pontas. Nesse momento temos o Gustavo (Mosquito) e o Adson", afirmou o treinador.

Contra o Palmeiras, Yuri Alberto e Róger Guedes foram titulares, mas tiveram muita dificuldade de criação. Nesta quarta, o centroavante que veio do Zenit desencantou. Foram oito jogos sem marcar, sete sem arremates a gol. Questionado por zerar em finalizações até o jogo passado, Yuri finalmente acertou a meta e balançou as redes três vezes em uma única partida.

Com o apoio da torcida e a obrigação de propor o jogo, Vítor Pereira pode ter encontrado uma boa solução para os jogos dentro de casa. Róger Guedes mostrou maior dedicação defensiva e cumpriu as funções que um ponta moderno requer. Sem tantas opções, o treinador português deve apostar na dupla para a sequência da temporada e principalmente na luta pelo título da Copa do Brasil.

O próximo adversário é o Fluminense. O primeiro encontro será na próxima semana. A CBF ainda definirá os mandos de campo.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar