Carregando...

Fluminense x Fortaleza: CBF divulga análise do VAR em lances polêmicos; confira

O Fortaleza ficou no empate com o Fluminense nesta quarta-feira, em 2 a 2, e acabou eliminado da Copa do Brasil pelo placar agregado (3 a 2). O Leão do Pici até abriu dois de vantagem, mas viu os cariocas empatarem a partida com dois gol polêmicos marcados pelo meia Paulo Henrique Ganso e pelo atacante Germán Cano.

Na manhã desta quinta-feira, a CBF divulgou os áudios da análise da comissão de arbitragem nos lances. O jogo foi apitado por Wilton Pereira Sampaio, que teve Bruno Raphael Pires e Bruno Boschilia como assistentes. Já o VAR ficou sob a tutela de Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro.

  • Conflito entre Neymar e Mbappé ferve vestiário do PSG
  • Luva de Pedreiro é fotografado com ex de Éder Militão em balada e internet não perdoa
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

A primeira jogada aconteceu aos 14 minutos do segundo tempo, quando Brítez derrubou Matheus Martins. O árbitro assinalou falta, mas o VAR apontou que o lance aconteceu dentro da área, portanto, o pênalti foi marcado. Na cobrança, Ganso tirou de Fernando Miguel e balançou as redes.

"Após a marcação de uma falta para a equipe do Fluminense, o árbitro assistente de vídeo inicia a checagem do local. Ao analisar as imagens e os ângulos disponíveis, percebe que o contato físico faltoso proposto pelo jogador defensor ocorre em cima da linha da área penal. Linha esta que, conforme as regras, fazem parte da área. Diante da imagem conclusiva, o árbitro assistente recomenda revisão factual ao árbitro de campo para penalidade", explicou a CBF.

"A falta acontece sobre a linha, dentro da área. Penal, ok? Falta claríssima", afirmou Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro durante a checagem.

Já no segundo tento, Jhon Arias recebeu pela direita e cruzou para Cano, que, de carrinho, empurrou para as redes. O lance foi milimétrico, mas, após revisão do VAR, que traçou as linhas na cabine, o gol foi confirmado.

"Wilton, gol checado e confirmado, ok? As duas posições legais", confirmou.

Apesar dos gols serem validados, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, ficou na bronca com a arbitragem. O dirigente questionou a penalidade marcada e ironizou o árbitro Wilton Pereira Sampaio, escolhido para representar o Brasil na Copa do Mundo do Catar, em novembro. Na próxima fase da competição, o Fluminense encara o Corinthians, que passou pelo Atlético-GO também nesta quarta.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar