Carregando...

Lapenna ultrapassa Bruno Baptista e vence corrida 1 da Stock Car no Velocittà

Felipe Lapenna
Felipe Lapenna
Foto: Reprodução/Stock Car / Grande Prêmio

Felipe Lapenna teve um desempenho impecável no Velocittà e venceu neste domingo (4) a corrida 1 da Stock Car em Mogi Guaçu. Foi o primeiro triunfo na temporada do piloto da Hot Car. Ele teve de suar muito para ultrapassar Bruno Baptista e garantir o excelente resultado.

Thiago Camilo completa o pódio na prova. Com o décimo lugar, Gabriel Casagrande vai largar na pole-position na corrida 2, que acontece logo mais, com largada a partir das 13h48 (horário de Brasília)

  • Verstappen leva torcida à loucura em Zandvoort e conquista pole do GP da Holanda
  • Red Bull recebe proposta da Honda e coloca acordo com Porsche em dúvida na F1
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

GRANDE PRÊMIO acompanha as atividades AO VIVO com cobertura completa de tudo o que rolar neste final de semana no Velocittà.

A largada da corrida 1 no Velocittà (Foto: Reprodução/Stock Car)

Saiba como foi a corrida 1 no Velocittà:

Com o efeito suspensivo validado pelo STJD, Bruno Baptista saiu na pole-position de direito. Na largada, manteve a frente, Zonta foi ultrapassado por Lapenna, Diego Nunes e Allam Khodair, caindo para quinto. Casagrande ganhou duas posições e foi para sétimo. Serra também passou dois, 19º lugar para ele.

Quem escalou bem o pelotão foi Rubens Barrichello, que ganhou quatro posições e era o 11º. Na abertura da volta 3, passou Nelsinho Piquet e assumiu o 10º lugar. Mais à frente, perseguição ferrenha de Lapenna para cima do líder da prova.

Guilherme Salas teve problemas com seu carro e foi aos boxes, fim de prova para ele. Khodair passou Nunes na reta de chegada e assumiu o terceiro lugar. Casagrande errou na entrada da reta de chegada e perdeu posição para o estreante Julian Santero, que assumiu a sétima posição.

Khodair e Nunes, companheiros de Blau, brigam pelo terceiro lugar no Velocittà (Foto: Reprodução/Stock Car)

O prejuízo foi grande para o líder da temporada, também sendo ultrapassado por Matías Rossi e Pedro Cardoso, ficando em décimo. Diego Nunes perdeu duas posições: viu Zonta e Thiago Camilo se valerem do push, sexto lugar para ele.

Sete voltas completadas, boxes abertos, era hora de começarem os pit-stops. E enfim, mudança importante na prova: Lapenna assume a liderança em manobra sensacional para cima de Bruno Baptista. Zonta teve problema na sua parada e viu Santero ganhar sua posição nos boxes.

Quem também enfrentou problemas na janela de pit-stops foi Tony Kanaan. Lapenna e Baptista fizeram a parada e as posições de ambos foram mantidas. Quem mantinha um bom ritmo era Khodair, voando em Mogi Guaçu e, com sua estratégia, se colocou como um dos postulantes à vitória.

Lapenna assume liderança ultrapassando Bruno Baptista no Velocittà (Foto: Reprodução/Stock Car)

Camilo fez uma boa estratégia também, aproveitando que não teve safety-car e subiu para a quarta colocação na corrida. Barrichello seguia com a estratégia de se manter entre os dez primeiros e largar na pole da corrida 2.

Na volta 16, o piloto da Blau errou na tomada da curva e viu Camilo se aproveitar para assumir o terceiro lugar. Faltando quatro minutos para o fim da corrida, Barrichello ultrapassou Casagrande e subiu para nono.

Khodair erra frenagem e Camilo assume o terceiro lugar no Velocittà (Foto: Reprodução/Stock Car)

Lapenna abriu 2s526 de vantagem para o vice-líder da RCM e bastou conduzir o carro com cuidado para vencer pela primeira vez na temporada. Baptista e Camilo completaram o pódio no Velocittà. Gabriel Casagrande sai na pole na corrida 2.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar