Carregando...

Norris lamenta briga solitária com carros da Alpine: "Eles têm mais estratégias"

Lando Norris largou em sétimo e chegou na mesma posição ao final do GP da Holanda
Lando Norris largou em sétimo e chegou na mesma posição ao final do GP da Holanda
Foto: AFP / Grande Prêmio

OS SEGUNDÕES DA F1 2022: DÁ PRA CONFIAR EM SAINZ E PÉREZ? | PADDOCKAST #163

Lando Norris cumpriu à risca o plano da McLaren para o GP da Holanda neste domingo (4), com a manutenção da sétima posição conquistada na classificação do último sábado. O britânico se manteve atrás dos pilotos que correm pelas três principais equipes — Red Bull, Ferrari e Mercedes — ao longo de toda a corrida, mesmo precisando suportar a pressão dos dois carros da Alpine — que por sua vez, tenta se consolidar no quarto lugar do Mundial de Construtores em competição direta com a equipe inglesa.

  • Verstappen leva torcida à loucura em Zandvoort e conquista pole do GP da Holanda
  • Red Bull recebe proposta da Honda e coloca acordo com Porsche em dúvida na F1
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

"Foi uma corrida dura, mas acho que foi boa", avaliou Norris. "Demos nosso máximo. Acho que tínhamos um ritmo decente, é difícil batalhar com as duas Alpine — elas têm um número maior de estratégias para me segurar. Isso foi difícil, então estou feliz com o que conseguimos", destacou Norris, deixando escapar uma pontada de crítica pelo fato de Daniel Ricciardo não conseguir acompanhar seu ritmo — logo, não conseguir oferecer proteção ao inglês.

Lando Norris praticamente carrega a McLaren sozinha em 2022, com 82 dos 101 pontos da equipe (Foto: McLaren)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Apesar de ter conseguido manter sua posição de largada, Norris viu Alonso se intrometer e tomar a sexta posição — o que deixou a impressão de que seria possível terminar à frente do espanhol. Com a punição de 5s a Carlos Sainz pela liberação perigosa da Ferrari no pit-lane, os dois ganharam uma posição cada ao fim da corrida.

As duas equipes brigam diretamente pelo quarto lugar no Mundial de Construtores, atualmente em posse da Alpine — que tem 125 pontos, contra 101 da McLaren. O detalhe é que desses 101 tentos, 82 foram somados por Norris, enquanto Esteban Ocon tem 66, Fernando Alonso conquistou 59 e Daniel Ricciardo tem apenas 19. Ou seja, o equilíbrio está todo a favor do time francês.

"A sexta posição teria sido o melhor que poderíamos conseguir, então ficamos uma abaixo. Perdemos alguns pontos para a Alpine, mas eles estão extraindo mais do carro do que nós até o momento", lamentou. "No mais, estou feliz com todo o resto. Vamos continuar forçando para tentar estar à frente na próxima vez", finalizou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar