Carregando...

Quartararo prega cautela e diz que reta final tem de ser encarada "como se fosse início"

Fabio Quartararo chega à Austrália com a liderança seriamente ameaçada
Fabio Quartararo chega à Austrália com a liderança seriamente ameaçada
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

Depois de Francesco Bagnaia emendar uma sequência de quatro vitórias na temporada 2022 da MotoGP (Holanda, Grã-Bretanha, Áustria e San Marino), o líder Fabio Quartararo viu a vantagem que tinha para o italiano despencar para apenas dois pontos a três corridas do fim do Mundial. Mas o francês da Yamaha acredita que mesmo diante da força da Ducati, a disputa ainda está aberta para todos e o melhor a ser feito é encarrar uma corrida de cada vez.

Quartararo não vence desde a etapa da Alemanha, que aconteceu em junho. De lá para cá, foram outras sete corridas realizadas, e o melhor resultado do campeão vigente da classe rainha foi o segundo lugar na Áustria, em prova vencida por Pecco Bagnaia. Quartararo, aliás, acumulou uma sequência de resultados ruins, com dois abandonos (Holanda e Aragão) e uma prova fora da zona de pontos (Tailândia).

Onde assistir ao vivo GP da Austrália de MotoGP Chegou a hora da virada na MotoGP? Bagnaia toma liderança de Quartararo na Austrália? Marc Márquez alerta para clima, mas fala em "ver o que é possível" no GP da Austrália

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Fabio Quartararo tem dois pontos de vantagem para Pecco Bagnaia
Fabio Quartararo tem dois pontos de vantagem para Pecco Bagnaia
Foto: Yamaha / Grande Prêmio

Durante a coletiva de imprensa na Austrália, palco da antepenúltima etapa do Mundial 2022 da MotoGP, Quartararo avaliou a atual situação e acredita que ver a diferença tão pequena para o adversário é como se tivesse voltado à estaca zero, mas preferiu ser cauteloso. "Acho que temos de pensar no campeonato, mas enfrentá-lo corrida após corrida."

"É como se estivéssemos no início, Pecco está a dois pontos, mas não há só ele, há também Aleix [Espargaró], Jack [Miller] e Enea [Bastianini]. Somos cinco separados por alguns pontos, os três primeiros um pouco mais próximos, mas acho que temos de pensar uma corrida de cada vez", acrescentou o representante da Yamaha.

Sobre o fim de semana em Phillip Island, Fabio acredita que a pista australiana pode ser boa para a YRZ-M1, mas lembrou que, na prática, a Yamaha teve dificuldades em GPs onde ostentava certo favoritismo.

"Essa pode ser uma pista positiva para nós. Na verdade, é bastante engraçado, porque, no início do ano, sabíamos que Barcelona e Mugello seriam difíceis, mas somamos 45 pontos nessas duas pistas. No entanto, em circuitos que consideramos bons para nós, algo estranho acontece. Então não vejo pistas boas ou ruins, acho que é igual para todos", concluiu.

O terceiro treino livre da MotoGP para o GP da Austrália, em Phillip Island está marcado para às 19h55 (de Brasília) desta sexta-feira GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2022.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*