Carregando...

Acidentes sem vítimas: dados errados atrasam registro de ocorrência na internet. Saiba como fazer! - Cidades - R7 Folha Vitória

Foto: Reprodução / Instagram

Os acidentes de trânsito, infelizmente, são cada vez mais corriqueiros. As vítimas, os estragos nos veículos e o trânsito lento ou interrompido são algumas das consequências provocadas pelas colisões.

Para ajudar os motoristas envolvidos em acidentes sem vítimas, o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar disponibilizou, em junho deste ano, um serviço para que os condutores registrem a declaração de acidente pela internet. No entanto, o preenchimento incorreto dos dados tem atrasado o registro da ocorrência. 

LEIA TAMBÉM: Acidente com carreta deixa quatro mortos e um ferido na BR 259 no ES

Segundo o comandante do BPTran, tenente-coronel Glariston Fonseca, se não houver vítimas, os motoristas não precisam ficar parados no local do acidente a espera de uma viatura.  

"A principal diferença é o ganho que existe no que diz respeito a comodidade do cidadão. A partir do registro online, ele tem ao seu dispor uma ferramenta em que o sinistro de transito sem vítima pode ser feito online. Ele não precisa mais se descolar ao posto do batalhão para ser estendido", explicou. 

O prazo para a análise do boletim ser concluída, quando todos os dados estão corretos, é de até dez dias úteis. De acordo com o tenente Martins, do BPTran, o prazo muitas vezes se estande por conta das inconsistências nos dados apresentados como, por exemplo, quando a informação passada não condiz com o ocorrido. 

"São diversas as inconsistências que o analista percebe, e acaba que isso impede que o boletim de ocorrência seja gerado. Os boletins que não tem inconsistências são liberados em até dez dias uteis" frisou. 

Segundo o BPTran, atualmente, mais de 2.100 declarações aguardam análise em todo o Espírito Santo. Na Grande Vitória, são realizadas cerca de 160 análises por dia para tentar agilizar o serviço. Mas é preciso que as pessoas preencham corretamente a declaração do acidente.

"Quando a gente fala das informações nos campos corretos é para unificar o boletim. A declaração de acidentes de transito é o que o cidadão faz em casa, quando o analista valida, as informações se transformam em um boletim de ocorrência e isso só pode acontecer se todos os dados estiverem corretos", disse. 

ACIDENTE SEM VÍTIMA:  SAIBA COMO REGISTRAR O BOLETIM DE OCORRÊNCIA ONLINE

Retirada do veículo

Após o acidente sem vítima, os condutores dos veículos devem providenciar a retirada dos automóveis da via pública. Caso não seja possível conduzir o veículo sem um guincho, o reboque deve ser solicitado pelo próprios motoristas.

O que devo fazer no momento do acidente?

Os condutores são orientados a fotografar o veículo para registrar o boletim de ocorrência. Posteriormente, os envolvidos devem acessar o site do Detran-ES ou da Polícia Militar para dar início ao processo do boletim de ocorrência online. Caso a pessoa não tenha cadastro no sistema, basta acessar o site acessocidadao.es.gov.br.

Responda cinco perguntas no formulário

No sistema da PM ou do Detran-ES, as pessoas devem selecionar a página Boletim de Trânsito e fazer o login. Os condutores devem responder cinco perguntas sobre o acidente e, em seguida, deverão preencher informações sobre o veículo, sobre os condutores e detalhar o ocorrido. Essa informações devem ser precisas. Após a finalização do processo, a vítima deve salvar ou imprimir o documento gerado.

Em quantos dias após acidente posso registrar o boletim de ocorrência?

O boletim de ocorrência pode ser realizado até três dias após o acidente. Além do sistema online, os condutores também podem realizar o boletim nos postos do Batalhões de Trânsito.

*Com informações da repórter Danielle Cariello, da TV Vitória/Record TV.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*