Carregando...

Homem é preso em Mato Grosso do Sul suspeito de enviar drogas ao Espírito Santo - Cidades - R7 Folha Vitória

Foto: Reprodução

Um homem foi preso pela polícia de Mato Grosso do Sul suspeito de participar de uma organização criminosa que fornecia drogas para o Espírito Santo. O rapaz, de 25 anos, foi detido nesta semana na cidade de Campo Grande (MS), com drogas e munições.

Na casa do suspeito foi apreendido um carro de luxo que, de acordo com a polícia, pode ser resultado do lucro da venda de drogas. O detido foi encaminhado para o sistema prisional do Estado do Mato Grosso do Sul. 

Foto: Polícia Civil do Mato Grosso do Sul Carro de luxo pode ter sido adquirido com o dinheiro proveniente do tráfico

As investigações contra a organização criminosa começaram no dia 18 de maio deste ano, quando dois homens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante uma abordagem no Km 347 da BR-101, em Guarapari. 

Na ocasião, os policiais apreenderam 50 quilos de pasta-base de cocaína em um veículo. Foram presos Kelton Alexandre Campos e Paulo Sérgio Melo.

"A Polícia Rodoviária Federal capturou, na ocasião, um nacional de nome Kelton, em poder do qual ela apreendeu mais de 50 kg de cloridrato de cocaína e pasta base de cocaína no município de Guarapari. Nessa mesma ocasião, ela suspeitou do Paulo Sérgio e também o capturou, em cumprimento ao mandado de prisão civil por não pagamento de pensão alimentícia", contou o titular do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari, delegado Guilherme Eugênio.

Polícia Civil do ES descobre que droga apreendida em Guarapari era do Mato Grosso do Sul

Foto: Divulgação / PRF PRF encontrou 50 kg de pasta-base de cocaína em um carro, em maio deste ano

A partir daí a Polícia Civil do Espírito Santo começou a buscar pela origem do entorpecente e descobriu que toda a droga apreendida estava sendo transportada de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e seria trazida para Vitória. 

Dessa forma, os suspeitos foram enquadrados no crime de tráfico interestadual de drogas. Além disso, a polícia capixaba descobriu que os suspeitos saíram de Mato Grosso do Sul em dias diferentes, para disfarçar e tentar enganar qualquer ação policial que pudessem encontrar pelo caminho.

"Um deles, o Paulo, iniciou a viagem no dia anterior, dirigindo de Campo Grande até o interior de São Paulo, e o Kelton iniciou a viagem dele já no dia seguinte. E ambos se encontraram na cidade de Capitólio, em Minas Gerais. A partir dali, seguiram praticamente juntos até aqui. Eles tomaram vários cuidados, entre os quais a não presença no mesmo posto de combustíveis, não frequentaram os mesmos restaurantes", destacou Guilherme Eugênio.

O delegado de Guarapari continuou as investigações sobre a origem da droga que seria trazida para o Espírito Santo e passou a contar com a ajuda da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul. Os policiais chegaram até o suspeito de 25 anos durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão e prisão.

"Foram identificados alguns comparsas, dentre eles um que tinha em sua posse vasta quantidade de munições, bem como entorpecentes. Por conta disso, ele foi autuado em flagrante", disse a diretora do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, Ana Cláudia Medina.

Para a polícia, a associação criminosa atua em Campo Grande, com objetivo de transportar drogas para o Espírito Santo. Informou ainda que as investigações continuam e que outras pessoas podem ser presas.

Com informações da repórter Milena Martins, da TV Vitória/Record TV 


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*