Carregando...

Abastecer com gasolina é mais vantajoso para motorista no ES - Cidades - R7 Folha Vitória

Foto: Reprodução/TV Vitória

Abastecer o carro com gasolina em vez de utilizar o etanol é mais vantajoso para quem está no Espírito Santo, se comparado aos outros Estados da Região Sudeste. É o que revela um levantamento feito pela Ticket Log, empresa de logística e gestão de frotas. 

Atualmente, no Sudeste, donos de carros flex que escolherem gasolina como combustível principal vão gastar menos dinheiro por quilômetro rodado no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. 

Isso apesar de o preço médio da gasolina em terras capixabas chegar a R$ 7,56 em abril e estar acima do valor médio do etanol, que registra em R$ 6,08, segundo a pesquisa.

Ao fazer um comparativo do combustível mais em conta para o bolso do consumidor, é preciso considerar o modelo e a performance de cada veículo. Mas o motorista também pode recorrer a um cálculo simples, que é dividir o preço do etanol pelo da gasolina. 

Se a porcentagem do custo por quilômetro do etanol for menor que 75% do valor da gasolina, compensa abastecer o tanque com o etanol.

Assim, no caso do Espírito Santo, o resultado dessa conta comparando etanol e gasolina chega a 0,80 ou 80%. Portanto, a gasolina é a melhor opção na hora de abastecer o veículo.  

Foto: Reprodução/Ticket Log

O estudo é feito com base nos abastecimentos realizados nos 21 mil postos credenciados à marca, que administra um milhão de veículos ao todo, com uma média de oito transações por segundo.

Etanol teve maior aumento no país na Região Sudeste  

A pesquisa apontou que os postos de abastecimento da região Sudeste apresentaram em abril o maior aumento em território nacional para o etanol. Em relação ao fechamento de março, o combustível foi comercializado 6,54% mais caro nas bombas, a R$ 5,800. O litro mais caro do combustível foi encontrado nos postos do Estado do Rio de Janeiro, a R$ 6,413. 

O mesmo cenário foi registrado para a gasolina em abril. As menores médias foram encontradas nos postos paulistas, a R$ 7,013. No Rio de Janeiro, a gasolina foi comercializada pelo maior preço médio, a R$ 7,814. Ambos os Estados registraram aumento nas médias em comparação a março: 4,10% e 1,81%, respectivamente.

“Apesar de estar entre os Estados com os maiores acréscimos no preço, São Paulo comercializou todos os combustíveis pelas menores médias do Sudeste. Quando comparamos a gasolina e o etanol, os motoristas que abastecem em São Paulo e em Minas Gerais podem optar pelo etanol como alternativa mais vantajosa. 

Já aqueles que estão no Rio de Janeiro e no Espírito Santo têm a gasolina como opção mais econômica, de acordo com o IPTL (Índice de Preços Ticket Log)”, aponta Douglas Pina, diretor-geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*