Carregando...

5G em Vitória terá quase o dobro do número de antenas exigido pela Anatel - Cidades - R7 Folha Vitória

Foto: Thiago Soares/Folha Vitória

A partir da próxima segunda-feira (22) a quinta geração da internet passa a funcionar na capital capixaba. Além de Vitória, a tecnologia 5G será ativada na mesma data no Rio de Janeiro (RJ), Palmas (TO), Florianópolis (SC).

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as operadoras que irão ofertar 5G nas quatro novas cidades pediram licença para instalar antenas acima do mínimo exigido pela Anatel para esse primeiro momento.

Em Vitória, já foram 29 solicitações, contra o número de 15 antenas mínimas estipulado no edital de leilão do 5G. A operação será feita pelas operadoras Claro, Vivo e Tim. Cada uma delas deve instalar uma antena para cada 100 mil habitantes.

De acordo com o conselheiro Moisés Moreira, que preside o grupo responsável pela liberação do sinal (o Gaispi), no Rio de Janeiro, as teles precisariam operar o 5G com 252 antenas agora, mas já há pedidos de licenciamento para 723 aparelhos, quase 287% a mais.

Leia também: Veja a lista e saiba se o seu celular é compatível com o 5G

Moreira disse que, no momento, a Entidade Administradora da Faixa (EAF) não comunicou ao Gaispi sobre se há alguma outra capital que já esteja com a limpeza de faixas mais avançada, o que possibilitaria a ativação do 5G na localidade.

"Não temos outra capital com estágio avançado para contar aos senhores", disse o conselheiro em entrevista coletiva à imprensa. Ele informou que a próxima reunião ordinária do Gaispi está marcada para ocorrer em 14 de setembro.

Na semana passada, o grupo recomendou mais 60 dias de prazo para o 5G rodar em 15 capitais brasileiras. O conselho diretor da Anatel ainda precisa aprovar essa extensão e a expectativa é de que antes do fim de agosto o tema seja deliberado, de acordo com Moreira.

Pela regra atual, todas as capitais deveriam receber o sinal até o fim de setembro. Mas, em razão do cronograma de entrega de equipamentos necessários para evitar interferências de sinal, o grupo recomendou a extensão do prazo.

Com a alteração, as 15 capitais restantes deverão estar liberadas para a ativação do 5G até 28 de outubro. As operadoras, então, teriam mais 30 dias para ligar o sinal, até 27 de novembro.

A aprovação para a ativação do 5G nas novas cidades foi realizada nesta quinta-feira (18) pelo Grupo da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que acompanha a limpeza das faixas.

Com a ativação nesses quatro municípios, serão 12 capitais com a tecnologia operante. O 5G já funciona em Brasília, Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Goiânia, Porto Alegre e João Pessoa.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*