Carregando...

Preso suspeito de fornecer arma para dois adolescentes matarem homem, em Goiânia

Homem é preso suspeito de emprestar arma para adolescentes vingarem a morte de seu primo, em Goiânia— Foto: Polícia Civil/Divulgação

Homem é preso suspeito de emprestar arma para adolescentes vingarem a morte de seu primo, em Goiânia — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem foi preso suspeito de fornecer uma arma para dois adolescentes matarem um homem, em Goiânia. Segundo a polícia, Felipe Cezar Pereira da Cruz, de 28 anos, queria vingar a morte de um primo que havia sido assassinado pela vítima dias antes, durante uma briga por disputa de pontos de tráfico de drogas.

O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito até a última atualização desta reportagem.

A prisão aconteceu na última sexta-feira (8), em uma operação conjunta da Polícia Civil com militares da Ronda Ostensiva Metropolitana (Rotam). O delegado Francisco Costa, responsável pelas investigações, disse que o suspeito negou o crime em depoimento.

“Ele [suspeito] nega, mas apuramos que ele queria vingar a morte do primo, que tinha acontecido dias antes, por disputa de tráfico de drogas”, disse o delegado.

A polícia encontrou drogas na casa do suspeito durante a prisão. Ele deve responder por homicídio e por tráfico de drogas. Até a manhã desta segunda-feira (11), ele estava preso preventivamente no complexo de delegacias da Polícia Civil. O delegado informou que vai concluir os inquérito nos próximo dias.

O delegado informou que os adolescentes suspeitos de atirar e matar a vítima foram identificados e que o inquérito será repassado à Delegacia de Atos Infracionais para que possam realizar as apreensões.

Possível vingança

A morte do suspeito de ter matado o primo de Felipe aconteceu no dia 27 de setembro do ano passado, na Vila Redenção. No dia, os policiais disseram que os adolescentes pegaram uma pistola calibre 9mm com o Felipe, e foram até a residência da vítima matá-la.

“Os adolescentes não foram contratados. Eles são traficante e rivais da vítima, disputando pontos de tráfico naquele local”, disse.

À época, a vítima Whatyla Eduardo Silva Martins, de 18 anos, foi atingida por vários disparos, chegou a ser socorrido e legado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), mas morreu dias depois no hospital.

Suspeito foi preso em casa, em Goiânia— Foto: Polícia Civil/Divulgação

Suspeito foi preso em casa, em Goiânia — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

VÍDEOS: acompanhe o que acontece em Goiás

40 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar