Carregando...

Médico cardiologista Anis Rassi morre aos 91 anos, em Goiânia

Médico Anis Rassi, fundador do Hospital do Coração, em Goiânia — Foto: Reprodução/Instagram

Médico Anis Rassi, fundador do Hospital do Coração, em Goiânia — Foto: Reprodução/Instagram

O médico cardiologista Anis Rassi morreu neste domingo (6), aos 91 anos, em Goiânia. Um dos pioneiros da medicina no estado, foi o fundador do Hospital do Coração Anis Rassi. Ele estava em casa e teve uma parada cardiorrespiratória.

Nas redes sociais, a equipe do hospital lamentou a morte do médico. “Nosso médico cardiologista tão admirável por sua paixão pela medicina contribuiu grandiosamente com o seu pioneirismo e dedicação à está nobre profissão”, diz a publicação.

Nascido em Vianópolis, se formou em medicina na década de 50 no Rio de Janeiro. Ele voltou para Goiás, onde construiu a carreira. Ele tinha o registro número 16 do Conselho Regional de Medicina.

A Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg) definiu o cardiologista como “uma referência internacional na medicina”. A instituição se solidarizou com a família e amigos.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), também prestou solidariedade aos familiares e amigos. “Irmão de outros pioneiros da medicina em Goiás, Anis Rassi era um apaixonado pela profissão e inspirou muitos outros a seguirem essa importante missão. Seu legado jamais será esquecido”, disse.

O velório está acontecendo no cemitério Jardim das Palmeiras. O enterro será às 15h no Cemitério Santana.

Veja outras notícias da região em G1 Goiás.

VÍDEOS: últimas notícias de Goiás

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*