Carregando...

Com mais de 20 passagens pela polícia, irmãs são presas suspeitas de série de furtos em lojas

Com mais de 20 passagens pela polícia, irmãs são presas suspeitas de série de furtos

Com mais de 20 passagens pela polícia, irmãs são presas suspeitas de série de furtos

Com 24 passagens pela polícia, duas irmãs, de 20 e 23 anos, foram presas suspeitas de uma série de furtos a comércios em lojas. Segundo a Polícia Civil, elas têm crimes registrados nas seguintes cidades: Valparaíso, Luziânia, Novo Gama, Cristalina, Anápolis, Goiânia e no Distrito Federal.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

Por não ter os nomes divulgados, o g1 não conseguiu localizar a defesa das suspeitas para que se posicionassem até a última atualização desta reportagem.

Uma das irmãs foi presa em Valparaíso de Goiás e outra em Novo Gama, na quarta-feira (11), após o registro de um furto em uma loja de roupas em Águas Lindas de Goiás. Uma terceira, de 26 anos, e que possui 12 passagens pela polícia, segue foragida.

Um vídeo mostra como as mulheres agiam nos comércios. As imagens mostram que, enquanto uma conversa com a vendedora, outra pega produtos e coloca em uma sacola (veja acima).

LEIA TAMBÉM

  • PAUSA: Ladrão até pausa para fumar durante furto de 25 tablets e uma TV em hamburgueria
  • VÍDEO: Homem é flagrado furtando casa e levando até passarinho de estimação
  • Homem é preso suspeito de furtar loja e fazer funcionária refém em shopping de Goiânia

Irmãs são presas suspeitas de série de furtos em lojas, em Águas Lindas de Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Irmãs são presas suspeitas de série de furtos em lojas, em Águas Lindas de Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Segundo o delegado responsável pelo caso, João Carlos Freitas, a irmã mais velha tem registros na polícia desde 2009, sendo uma passagem por roubo.

“Só em Águas Lindas, elas causaram um prejuízo de mais de R$10 mil. Somando tudo, é coisa demais. Um celular que uma estava usando, já havia conversa sobre outro furto em Luziânia”, disse o delegado.

O delegado ainda contou que há possibilidade de que uma quarta irmã esteja envolvida nos furtos, mas o caso está em investigação. 'Em depoimento, elas confessaram, mas alegaram que agiram a mando da foragida', disse João Carlos.

Ainda conforme a Polícia Civil, as mulheres foram encaminhadas ao presídio da cidade. Como os nomes delas não foram divulgados, o g1 não conseguiu verificar se elas seguem presas até a última atualização desta reportagem.

Veja outras notícias da região no g1 Goiás.

VÍDEOS: últimas notícias de Goiás

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*