Carregando...

Auxílio taxistas: 2,3 mil motoristas devem receber pagamento da primeira fase do benefício em Goiás

Fila de táxi em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Fila de táxi em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O Ministério do Trabalho e Previdência informou que 2.351 motoristas de táxi do estado de Goiás vão receber, nesta primeira etapa, o benefício federal para minimizar os impactos do alto preço dos combustíveis. Serão pagas duas parcelas de R$ 1 mil cada referentes aos meses de julho e agosto. Nessa fase, serão gastos R$ 490,4 milhões com os auxílios em todo o país.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

A primeira etapa foi paga no último dia 16. Ao total, foram 300.771 taxistas inscritos por municípios e pelo Distrito Federal entre os dias 25 de julho e 2 de agosto, fase inicial de cadastros para o primeiro lote de processamento de dados. O maior número de inscritos em Goiás prevaleceu em Goiânia, totalizando 998 taxistas, seguido de Anápolis com 180 e Aparecida de Goiânia com 159.

LEIA TAMBÉM

  • VEJA CALENDÁRIO: Auxílio para taxistas começa a ser pago em 16 de agosto
  • DÚVIDAS: Auxílio taxista: quantas parcelas serão pagas? Quando começa?
  • PEC KAMIKASE: Câmara conclui aprovação de PEC que dribla lei e permite ao governo criar pacote social pré-eleitoral

A data-limite para o envio dos cadastros será até 11 de setembro, porém o ministério não descarta uma nova prorrogação do prazo, caso seja necessário. O valor e o total de parcelas do benefício poderão ser ajustados de acordo com o número de beneficiários cadastrados, respeitando o limite global de R$ 2 milhões disponível para o pagamento do auxílio, previsto no Projeto de Emenda Constitucional.

Vale ressaltar que os valores serão creditados em conta poupança social digital aberta automaticamente pela Caixa Econômica Federal em nome dos beneficiários, com movimentação pelo aplicativo Caixa Tem. Não há necessidade de cadastro ou de envio de dados de conta para o depósito. Caso o beneficiário não movimente a conta em até 90 dias, os recursos depositados serão recolhidos ao Tesouro Nacional.

Veja outras notícias da região em g1 Goiás.

VÍDEOS: últimas notícias de Goiás

50 vídeos

*Victoria Lacerda é integrante do programa de estágio entre TV Anhanguera e Pontifícia Universidade Católica de Goiás, sob orientação de Paula Resende.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar