Carregando...

Funcionários tentam recuperar carga de madeira e são alvos de tiros na zona rural de Turmalina

A ocorrência registrada como tentativa de homicídio aconteceu nesse sábado (2), no povoado de Ponte do Funil, zona rural Turmalina.

Os policiais foram recebidos por quatro funcionários de uma madeireira da cidade de Capelinha. No local, havia um caminhão parcialmente carregado com madeiras.

As vítimas contaram aos militares que, o suspeito de atirar neles, comprou da empresa aproximadamente 40m³ de madeira, cada peça custou por R$ 5,90. O total do pedido foi de R$ 48 mil. O homem, de 40 anos, não cobriu os cheques vencidos referente ao pagamento.

A empresa tomou conhecimento de que o suspeito estaria vendendo a madeira na cidade de Turmalina, por R$ 5,50, ou seja, R$ 0,40 mais barato do que comprou. Sendo que sobre o preço da compra da madeira ainda incidia o frete até a cidade de Turmalina, o que aumentaria ainda mais o custo do produto.

Diante dessa situação, a empresa percebeu que se tratava de um golpe e foi buscar o que restava da carga, para não ficar totalmente no prejuízo.

Porém, no momento em que os funcionários carregavam o caminhão, o suspeito chegou armado com uma pistola e atirou várias vezes na direção dos trabalhadores, que fugiram para uma mata. Eles não foram atingidos.

Além de atirar, o suspeito furtou a chave do caminhão, quebrou a ignição e ainda despejou óleo diesel dentro do veículo, inclusive no painel de instrumentos.

O óleo diesel pertencia a empresa de madeiras. Outras pessoas que estavam no local e viram o que aconteceu confirmaram a versão dos trabalhadores.

Depois de cometer o crime, o homem fugiu de carro, e não foi localizado pela PM.

Vídeos do Norte, Centro e Noroeste de MG

200 vídeos

Veja mais notícias da região em g1 Grande Minas.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar