Carregando...

Vice-prefeito de Kiev pede máscaras de gás para proteger ucranianos de ataques químicos

O UFF (Fundo de Liberdade Ucraniano em tradução livre), uma organização sem fins lucrativos que está trabalhando para adquirir materiais de defesa para as tropas ucranianas, recebeu na segunda-feira (18) uma carta do vice-prefeito de Kiev solicitando 200 mil máscaras de gás para proteger os ucranianos de qualquer potencial ataque com armas químicas.

“Devido à invasão em larga escala de tropas russas no território ucraniano, há uma ameaça de danos químicos à população da Ucrânia e aos cidadãos de Kiev em particular”, escreveu o vice-prefeito da capital ucraniana, Volodymyr Bondarenko, ao UFF em uma carta revisada pela CNN.

“Em nome do prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, dos cidadãos do município de Kiev e da sociedade ucraniana, pedimos ajuda humanitária, principalmente na forma de equipamentos de proteção individual (respiradores, de acordo com os requisitos técnicos em anexo), para o centro de ajuda humanitária da capital”, diz a carta.

Este pedido mostra com que urgência os ucranianos acreditam que precisam desse equipamento. Como parte da nova assistência de segurança anunciada na semana passada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, o governo norte-americano deu alguns equipamentos de proteção à Ucrânia para proteger a população de possíveis ataques com armas químicas.

Um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA afirmou nesta terça-feira (19) que mais equipamentos devem ser enviados. O departamento, no entanto, não detalhou a quantidade do material fornecido até o momento.

Na semana passada, houve relatos não confirmados do uso de armas químicas em Mariupol. Autoridades dos EUA também alertaram que têm informações confiáveis ​​de que as forças russas podem usar uma variedade de agentes de controle de distúrbios, como gás lacrimogêneo misturado com agentes químicos, como parte de seu ataque a Mariupol.

O risco de a Rússia realizar um ataque com armas químicas na Ucrânia ainda existe, mas a probabilidade não aumentou ou diminuiu nos últimos dias, disse uma autoridade de inteligência dos EUA.

No entanto, como o risco permanece, os ucranianos querem estar preparados, o que impulsionou esse esforço urgente. A demanda é muito maior do que o esperado, tornando a aquisição um desafio.

“Máscaras de gás são difíceis de encontrar agora”, explicou um veterano militar dos EUA que mora na Ucrânia e trabalha para o UFF.

A organização está trabalhando na aquisição dessas máscaras de gás agora e já forneceu milhares de coletes à prova de balas, capacetes, veículos e kits de primeiros socorros de campo para as forças de Defesa Territorial da Ucrânia e continua seus esforços.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*