Carregando...

Leopardo ataca oficiais durante operação de resgate na Índia - Notícias - R7 Internacional

Uma tentativa de resgatar um leopardo na cidade de Panipat, em Haryana, na Índia, se tornou uma tarefa difícil para policiais e funcionários do departamento florestal. Um vídeo divulgado no Twitter mostrou o momento em que o grande felino atacou os agentes. Apesar disso, muitos usuários criticaram os trabalhadores pelo manuseio do animal.

Nas imagens, o leopardo aparece pulando e arranhando os oficiais, deixando dois feridos. Um deles corre em direção ao grande felino enquanto ele ataca seu colega. Um funcionário do departamento florestal é agarrado e os policiais dão pauladas no animal. O predador furioso também ataca outros oficiais.

O superintendente da polícia de Panipat, Shashank Kumar Sawan, foi o responsável pelo compartilhamento do vídeo no Twitter e escreveu: “Dia difícil no trabalho para as pessoas da polícia e do departamento florestal. Alguns deles sofreram ferimentos… Saudações à sua bravura e coragem… No final, todos estão seguros. Incluindo o leopardo..”

A postagem já atingiu mais de 660 mil visualizações. Alguns usuários também elogiaram os policiais, enquanto outros os criticaram por não terem tomado as precauções antes de ir ao local e pelas agressões ao felino.

Um usuário listou uma série de pontos para justificar seu posicionamento contrário à postura dos oficiais. Segundo ele, os funcionários do departamento florestal foram realizar a operação de resgate sem precaução e não é possível ver nenhum deles no vídeo.

Além disso, o internauta diz que a situação expõe a ineficiência do órgão em lidar com situações contenciosas, já que pessoas treinadas lidaram com o assunto de forma semelhante a [pessoas] comuns. Por fim, ele pontua que faltam equipamentos adequados e medidas de segurança. 

Kunal Kapoor, presidente da ONG de bem-estar animal Nayi Pehal Welfare Society, disse ao jornal indiano The Indian Express que o felino chegou a 1,5 km da vila. Kapoor concordou que o procedimento adotado pelos oficiais estava errada, mas acrescentou que era a única opção que eles tinham.

“Enquanto os aldeões estavam em pânico, os oficiais tomaram medidas para capturar e tranquilizar o leopardo. O animal foi transferido para a floresta mais tarde”, disse Kappor.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Marques


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*