Carregando...

Tiroteio em supermercado em Nova York deixa ao menos dez mortos, diz polícia

Um atirador de 18 anos matou dez pessoas a tiros e feriu outras três em um supermercado em Buffalo, em Nova York, antes de se entregar à polícia. no que as autoridades disseram que seria investigado como crime de ódio e ato de “extrema violência com motivação racial”.

As autoridades disseram que o suspeito branco, que estava armado com um rifle de assalto e parecia ter agido sozinho, veio para Buffalo de um condado de Nova York a “horas de distância” para atacar a loja em uma comunidade predominantemente negra. Onze das 13 pessoas atingidas por tiros eram negras e duas eram brancas, disseram autoridades.

Os oficiais de Buffalo responderam à ocorrência de um “evento de tiro de múltiplo ativo”, no Tops Markets, na rua Jefferson, de acordo com um comunicado do executivo do condado de Erie, Mark Poloncarz.

“A polícia diz que várias pessoas foram atingidas por tiros. O atirador está sob custódia. Motoristas e moradores devem evitar a área”, escreveu o Departamento de Polícia de Buffalo.

O Gabinete do Xerife do Condado de Erie expressou suas condolências pelas redes sociais após o incidente, acrescentando que o xerife John Garcia “ordenou todos os recursos e pessoas disponíveis para ajudar” a polícia.

A governadora de Nova York, Kathy Hochul, informou que está “monitorando de perto o tiroteio em um supermercado em Buffalo. Oferecemos assistência às autoridades locais. Se você estiver em Buffalo, evite a área e siga as orientações das autoridades policiais e locais”.

De acordo com prefeito de Buffalo, Byron Brown, o atirador “viajou horas” de fora da cidade a um bairro predominantemente negro.

(*Com informações da Reuters)


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*