Carregando...

Não há previsão para desfecho e guerra na Ucrânia pode durar anos, diz professor

“Não há previsão de um desfecho para o conflito entre Rússia e Ucrânia”, segundo o professor de relações internacionais da FESPSP, Bernardo Wahl.

Em entrevista à CNN Rádio, ele avaliou que nem Rússia, nem Ucrânia pretendem ceder neste ponto da guerra.

“Para o Kremlin, a Ucrânia é um interesse estratégico, enquanto para a Ucrânia é uma guerra existencial, ela quer garantir a sua sobrevivência”, disse.

Um ponto chave, de acordo com o professor, é a “disposição de países ocidentais continuarem apoiando a Ucrânia, enviando armamentos” e já há “evidências que mostram divisões.”

“É uma guerra que pode durar anos”, completou.

Do ponto de vista do conflito em si, Bernardo Wahl defende que, a partir da visão russa, o Kremlin “precisa manter a presença militar e atacar a infraestrutura ucraniana, não há a necessidade de tomar a capital Kiev.”

“Mas as raízes da guerra são oriundas dos Estados Unidos, que desconsideraram Moscou nos últimos 30 anos. A Rússia está num conflito armado contra a Ucrânia, mas geopoliticamente é uma guerra contra o Ocidente.”

Um acordo, dessa forma, “só é possível com um acordo entre Rússia e Ocidente ou um colapso do regime de Vladimir Putin.”

Embora a Ucrânia busque a entrada na União Europeia, Wahl destaca que a adesão “não é universalmente bem-vinda” dentro do bloco.

Há apoio de Alemanha, França e Itália, mas “a Europa está dividida sobre a rápida entrada do país”.

*Com produção de Isabel Campos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*