Carregando...

Secretário-geral da ONU ressalta a urgência para envio de uma força internacional militar ao Haiti - Notícias - R7 Internacional

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, reafirmou nesta segunda-feira que é "urgente" mobilizar uma força de segurança internacional para o Haiti para ajudar a combater grupos criminosos e contribuir para a governança democrática.

"É urgente o envio de uma força armada internacional especializada. É necessária uma ação urgente para mitigar o impacto desproporcionado da violência dos grupos criminosos sobre as mulheres e meninas no Haiti", disse Guterres ao Conselho de Segurança da ONU, que se reunirá na terça-feira para discutir a crise no país.

De acordo com Guterres, a violência relacionada aos grupos criminosos atingiu níveis não vistos em décadas e continua sendo a principal ameaça à segurança pública no Haiti.

O chefe da ONU reconheceu que o pedido do governo haitiano e o seu próprio, sobre a necessidade de enviar uma força para o país insular, teve recepção mista no país.

"Os últimos meses se caracterizaram por um aumento constante de crimes graves e problemas relacionados com grupos armados", observou o relatório de Guterres.

Em 2022, o número de homicídios registrados aumentou 35,2% em comparação com 2021. Os números estão cada vez mais alarmantes. Segundo a Polícia Nacional Haitiana, no ano passado foram sequestradas 1.359 pessoas. Isto representa um aumento de 104,7% em 2022 em comparação com o ano anterior.

A ONU diz ter contabilizado 1.490 manifestações, bloqueios de estradas e barricadas, um aumento de 35,5% em relação a 2021.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*