Carregando...

Sem máscara, morador se irrita com demora no atendimento e arremessa cadeiras em hospital; vídeo

Homem se irrita com demora no atendimento em hospital de Boituva (SP) e arremessa cadeiras — Foto: Arquivo Pessoal

Homem se irrita com demora no atendimento em hospital de Boituva (SP) e arremessa cadeiras — Foto: Arquivo Pessoal

Um homem arremessou cadeiras no chão da sala de espera do Hospital São Luíz, em Boituva (SP), após se irritar com a demora no atendimento de sua mãe, nesta segunda-feira (7).

Em um vídeo gravado na unidade médica, é possível ver o momento em que o morador, que está sem máscara de proteção, joga um banco com três assentos no chão da sala de espera. (Veja o vídeo abaixo)

Durante a ação, enquanto funcionários e pacientes tentam acalmá-lo, o homem ainda grita: "Vocês vão atender a minha mãe. Chega, não dá! O Centro Covid está dando dipirona", reclama o morador.

Morador se irrita com demora no atendimento e arremessa cadeira em hospital de Boituva

Morador se irrita com demora no atendimento e arremessa cadeira em hospital de Boituva

Em um outro vídeo publicado nas redes sociais, o morador comentou sobre o episódio e disse que precisou implorar para conseguir o resultado do teste de Covid da mãe dele no hospital, além do atendimento médico. Segundo ele, não há médicos na unidade.

Na publicação, o homem também comentou que testou positivo para Covid-19 em 28 de maio.

"Gostaria de ver você que não tem mais para onde correr porque o Centro Covid dá dipirona e xarope pra Covid e, no hospital, não tem médico. O que você faria? Sim, entrei no hospital, sim revirei a cadeira lá. Está aí o vídeo, não tem por que eu mentir e faria de novo, porque de acordo com um guarda municipal, minha mãe só ganhou um leito porque eu briguei", diz o morador nas redes sociais.

À TV TEM, a prefeitura informou que lamenta a situação mas, por enquanto, não vai se manifestar sobre o caso. Disse também que, em relação aos medicamentos para tratar sintomas de Covid, os médicos possuem autonomia para decidir, de acordo com a necessidade de cada paciente.

Nesta terça (8), todos os leitos de enfermaria estão ocupados no Hospital São Luiz. Na unidade, há 22 pacientes internados e não há ala de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Desde o início da pandemia de Covid-19, Boituva já registrou 7.574 casos de coronavírus, sendo 142 mortes.

Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região

VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*