Carregando...

União Europeia faz reunião de emergência para discutir situação dos refugiados do Afeganistão

União Europeia faz reunião de emergência para discutir situação de refugiados do Afeganistão.

União Europeia faz reunião de emergência para discutir situação de refugiados do Afeganistão.

A União Europeia fez uma reunião de emergência para discutir a situação dos refugiados do Afeganistão.

Refugiados, sim. Em massa, não. Esse foi o tom da reunião de emergência entre os países da União Europeia, em Bruxelas.

Os 27 estados-membros estão determinados a agir em conjunto para evitar a recorrência de movimentos migratórios ilegais em grande escala.

“Aprendemos muito com a crise de 2015”, disse o representante francês.

A comissária de Assuntos Internos, Ylva Johansson, disse que o bloco precisa adotar uma política robusta para o Afeganistão, para evitar não só uma crise humanitária, mas também uma crise de segurança.

A União Europeia pode dar mais dinheiro para o Afeganistão, e também para os países vizinhos, para garantir que os necessitados recebam proteção adequada.

A Turquia ajudou a conter a crise de 2015 com financiamento europeu, ao acolher milhões de sírios em fuga. Mas desta vez está menos disposta, com a pandemia e a crise econômica que afetam o pais.

A primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, disse que tem discutido com França, Reino Unido, Holanda e Itália, como manter um diálogo entre a Europa e o Talibã, mas que isso não significa reconhecer o novo governo.

O Papa Francisco declarou a um rádio católica da Espanha que a Secretaria de Estado do Vaticano está trabalhando para que a população afegã não sofra represálias do Talibã. Sem fazer uma crítica direta aos Estados Unidos, Francisco comentou que nem todas as eventualidades foram levadas em consideração antes da retirada.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*