Carregando...

Justiça condena homem por matar e ocultar cadáver de adolescente de 16 anos no MA

Homem acusado de feminicídio é julgado em Imperatriz

Homem acusado de feminicídio é julgado em Imperatriz

A Justiça do Maranhão julgou e condenou nessa quarta-feira (24), no Fórum Henrique de La Roque, situado em Imperatriz, a 626 km de São Luís, Gabriel Weverton Fontes da Silva por matado e ocultado o cadáver de sua ex-namorada, uma adolescente de 16 anos, em 2018, ano em que aconteceu o crime. Gabriel Weverton foi condenado a 14 anos, dois meses e 12 dias de prisão.

Ele foi condenado após toda a investigação apontar que ele foi responsável pela morte da adolescente. Ela foi morta no bairro Bacuri, em 2018, e o corpo dela foi ocultado pelo acusado em uma cova rasa próximo ao Riacho Bacuri, em Imperatriz. Após uma ampla investigação, a polícia conseguiu localizar o cadáver da adolescente.

Gabriel Weverton já cumpriu três, pois ele está preso desde 2018, ano em que aconteceu o crime. De acordo com a sentença, ele foi condenado pelos crimes de homicídio quadruplamente qualificado, ocultação e vilipêndio ao cadáver.

Adolescente morta foi identificada como Érica e ela tinha apenas 16 anos na época em que aconteceu o crime — Foto: Reprodução/TV Mirante

Adolescente morta foi identificada como Érica e ela tinha apenas 16 anos na época em que aconteceu o crime — Foto: Reprodução/TV Mirante


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*