Carregando...

Homem é preso em MS após abandonar cadela deficiente em casa: ferida e com carrapatos

Homem é preso após deixar cadela deficiente presa em situação de abandono em MS — Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação

Homem é preso após deixar cadela deficiente presa em situação de abandono em MS — Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação

Um homem, de 33 anos, foi preso em Ivinhema, a 282 km de Campo Grande, por manter uma cadela deficiente em situação de maus-tratos. O flagrante ocorreu nessa terça-feira (31) após a denúncia ser confirmada pelos vizinhos que relataram que o animal gemia com frequência e a casa não apresentava movimento há mais de uma semana.

No local, a equipe, composta por um veterinário, dois policiais militares ambientais, um Investigador da polícia e o delegado de polícia titular da cidade, encontrou a cadela em meio a fezes, urina, com feridas, infestação de carrapatos e secreção no globo ocular.

Além de não conseguir movimentar as patas traseiras, o bicho havia arrancado pedaços da porta para poder se abrigar e estava sendo alimentada com água e comida deixados pelos vizinhos.

O suspeito responderá pelo crime de maus-tratos qualificado, com pena de reclusão de 2 a 5 anos, em virtude de se tratar de cão, podendo incorrer ainda em multa e proibição da guarda. Já o animal, foi imediatamente socorrido e colocado aos cuidados de uma ONG da cidade.

Além de não conseguir movimentar as patas traseiras, o bicho havia arrancado pedaços da porta para poder se abrigar e estava sendo alimentada com água e comida deixados pelos vizinhos — Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação

Além de não conseguir movimentar as patas traseiras, o bicho havia arrancado pedaços da porta para poder se abrigar e estava sendo alimentada com água e comida deixados pelos vizinhos — Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação

Doações

Para ajudar a Belinha, que apresentou diversas complicações por estar debilitada, os interessados podem entrar em contato pelo número (67) 9 9921-5500 e contribuir com remédios, auxilio financeiro e até mesmo ração.

Segundo os responsáveis pela ONG POLLY CÃES & GATOS, a cadela irá passar nesta quarta-feira (1) por uma avaliação para saber o que ocasionou a paralisia e se o quadro é reversível através de um tratamento.

Veja vídeos de Mato Grosso do Sul:

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar