Carregando...

Médicos do Hospital São Benedito em Cuiabá estão com salários atrasados, diz sindicato

Sindicato cobra processo seletivo no Hospital São Benedito, em Cuiabá — Foto: Davi Valle/Secom-Cuiabá

Sindicato cobra processo seletivo no Hospital São Benedito, em Cuiabá — Foto: Davi Valle/Secom-Cuiabá

O presidente do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed-MT), Adeildo Lucena, disse que tem médicos que atuam no Hospital Municipal São Benedito, em Cuiabá, que estão com salários atrasados, em alguns casos em até seis meses.

Segundo ele, o problema está na forma de atuação da Empresa Cuiabana de Saúde, que, em vez de fazer processo seletivo, contrata outras empresas privadas para gerir o serviço.

"Temos sido contrários à privatização, sempre fomos contra. A Empresa Cuiabana de Saúde foi criada para fazer um processo seletivo e contratar profissionais de saúde pela CLT, mas o que ela fez? Ela contratou outras firmas, que contratam outras firmas, e que sequer fazem contratos com os médicos", afirmou.

Lucena explica que, desse modo, os médicos acabam trabalhando com contratos extremamente precários, sem direito nenhum, e com atrasos de salário.

"Nenhum trabalhador suporta viver com seis meses de atraso. É uma vergonha", declarou.

Ele citou que o Sindimed já conseguiu na Justiça uma decisão que obriga a Empresa Cuiabana a fazer concurso para a contratação de profissionais para atuar no São Benedito.

"A gente quer o cumprimento da sentença. Mas isso não ocorre, porque os interesses das firmas são muito grandes", pontuou o presidente.

Em nota, a Empresa Cuiabana de Saúde Pública diz que o Hospital São Benedito está funcionando normalmente, sem nenhum tipo de interrupção de atendimentos e que o pagamento à empresa inadimplente está programado para a semana que vem, quando chegarem os recursos.

Leia a nota na íntegra:

A Empresa Cuiabana de Saúde Pública – ECSP informa:

-O Hospital São Benedito está funcionando normalmente, sem nenhum tipo de interrupção de atendimentos;

-Todos os pacientes regulados para o hospital estão sendo admitidos e atendidos;

-Em relação ao pagamento para a empresa Hipermed, para que seja considerado inadimplente, a nota tem que estar em aberto a um período superior a 90 dias (fato este que não aconteceu). Contudo a ECSP esclarece que o próximo pagamento está programado para a semana que vem, quando chegarem os recursos.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*