Carregando...

MT estuda adotar uso de câmeras em uniforme dos policiais para inibir crimes

Viatura da PM em MT — Foto: Polícia Militar/MT

Viatura da PM em MT — Foto: Polícia Militar/MT

Durante a inauguração da 4ª Companhia Independente de Segurança Institucional, na terça-feira (14), em Cuiabá, o ouvidor-geral de Polícia, Lúcio Andrade, destacou a possibilidade de novos investimentos para a área de segurança, entre elas a aquisição de câmeras acopladas as fardas dos policiais. O objetivo é registrar intervenções dos agentes em áudio e vídeo, além de inibir práticas criminosas.

A 4ª Companhia é ligada ao 1º Comando Regional e está localizada na Praça das Bandeiras. O setor conta com uma sala de monitoramento de onde é possível observar 26 câmeras distribuídas na região, onde se localizam órgãos públicos estaduais, federais e órgãos de controle.

Além disso, está em processo de análise para contratação a tecnologia de reconhecimento facial que se comunica com o banco nacional de mandados de prisão.

Segundo Lúcio, a tecnologia ajuda não só a prevenção e punição de crimes, mas garante mais segurança para os agentes. O uso do teaser (aparelho de choque) é uma necessidade para abordagens em que se pode reduzir a letalidade de ações policiais e a exposição ao risco de morte do próprio policial.

O vídeo é uma importante ferramenta para inibir a realização do crime e a responsabilização do criminoso. Por isso o ouvidor foi até São Paulo para conhecer o sistema de câmeras instaladas nos uniformes dos agentes da polícia.

A ferramenta já é utilizada em outros estados como São Paulo, Rondônia e Santa Catarina.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*