Carregando...

Passageiros ficam feridos após pane em avião que iria para São Paulo

Avião da Azul Linhas Aéreas iria decolar no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. — Foto: Reprodução

Avião da Azul Linhas Aéreas iria decolar no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. — Foto: Reprodução

Passageiros ficaram feridos após uma pane em um avião da Azul que sairia do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, com destino a Guarulhos, em São Paulo, na madrugada desta quinta-feira (25).

Os passageiros precisaram sair pela saída de emergência.

De acordo com funcionários do aeroporto, alguns passageiros teriam ficado feridos ao descer pelo escorregador inflável do avião, modelo Airbus 320. A aeronave não chegou a decolar.

O voo 2751 sairia de Cuiabá as 2h e chegaria em São Paulo às 5h05.

Natalya do Nascimento Campos ficou ferida. — Foto: Reprodução

Natalya do Nascimento Campos ficou ferida. — Foto: Reprodução

No site do Aeroporto Marechal Rondon o voo aparece cancelado.

Entramos em contado com a assessoria de imprensa da Azul Linhas Aéreas, mas nossa ligação não foi atendida.

O passageiro Wenderson Campos conta que houve uma freada brusca e, em seguida, uma comissária de bordo gritou para que todos deixassem a aeronave pela saída de emergência.

“O avião deu uma freada brusca. A comissária apareceu gritando, mandando todo mundo sair pela saída de emergência. O pessoal começou a empurrar e eu estava com uma criança. Todo mundo desceu pelo escorregador, atrás da turbina. Eu deixei meu bebê e voltei para pegar minha esposa e ela caiu e se machucou. Uma outra mulher quebrou o pé e uma grávida passou muito mal. Tinha apenas uma ambulância”, disse.

A mulher dele, Natalya do Nascimento Campos, falou que o socorro demorou a\ chegar.

“O atendimento do Samu e do Corpo de Bombeiros demorou muito. O pessoal não sabia o que tinha acontecido e não sabia passar para nós o que estava acontecendo. Os funcionários da Azul tentaram ajudar, separar quem estava mais machucado, mas até o momento ninguém ligou para passar nada para nós”, disse ela.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*