Carregando...

Polícia prende três suspeitos de participação em assassinato de pagodeiro; VÍDEO

Câmera ajudou a identificar suspeitos de assassinato em Mateus Leme. — Foto: Reprodução

Câmera ajudou a identificar suspeitos de assassinato em Mateus Leme. — Foto: Reprodução

A polícia prendeu, nesta segunda-feira (7), três suspeitos de envolvimento no assassinato do cantor de pagode Anderson da Silva Santos, de 48 anos. O crime foi Mateus Leme, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no dia 29 de maio.

Nesta terça-feira (8), a Polícia Civil vai apresentar a conclusão do inquérito e esclarecer o motivo do assassinato. Eles devem responder por homicídio qualificado e, se condenados, podem pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Câmeras de segurança gravaram o momento em que o músico leva, pelo menos, quatro facadas e a mulher dele é agredida (veja vídeo a seguir).

Pagodeiro é assassinado no meio da rua em Mateus Leme, na Grande BH

Pagodeiro é assassinado no meio da rua em Mateus Leme, na Grande BH

As imagens mostram um homem de blusa preta correndo. Ele está sendo perseguido por outro que está de blusa vermelha. Para a polícia, quem está sendo perseguido é o cantor de pagode Anderson da Silva Santos e quem está atrás dele é Gabriel Oliveira Gama, de 24 anos.

Na esquina, Anderson caiu no chão e começou a ser agredido. As imagens são fortes, por isso, foram congeladas. O cantor levou pelo menos quatro facadas. Testemunhas correram e conseguiram separar. O agressor então vê a mulher da vítima correndo e parte para cima dela.

Ela conseguiu desviar e o suspeito desiste de ir atrás da moça, mas antes que ela consiga chegar até o marido, leva um soco de outro homem, de blusa verde. Para a polícia, é Leôncio da Silva Gama, de 60 anos, que a agride mais uma vez até ser contido. Segundo a policia, ele é o pai de Gabriel.

Finalmente a mulher chega até o marido que continua caído no chão, imóvel. Ela se desespera e corre em busca de ajuda. Enquanto isso, Gabriel, o pai dele e uma mulher entraram no carro prata e fugiram. O corpo do cantor de pagode fica estirado no meio da rua.

As imagens não mostraram, mas antes de chegar no local do crime os dois se encontraram por acaso em uma lanchonete que fica na esquina e houve uma discussão.

De acordo com as investigações, o agressor e a vítima já tinham outros desentendimentos, mas a polícia não informou por qual motivo.

Veja os vídeos mais assistidos do G1 Minas:

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*