Carregando...

Minas Gerais espera manter 1.000 UTIs criadas durante a pandemia - Notícias - R7 Minas Gerais

O Governo de Minas Gerais se mobiliza para manter após a pandemia ao menos 1.000 dos leitos de UTIs (Unidade de Tratamento Intensivo) criados emergencialmente nos últimos meses.

O secretário de Saúde, Fábio Bacheretti, conta que ele irá a Brasília na próxima semana para negociar com representantes do Governo Federal o "legado" para o setor de saúde.

— Estamos animados. Deve ser um efeito em cascata, sendo 7.000 leitos para o país inteiro e 1.000 para Minas Gerais.

Em fevereiro de 2020, pouco antes de ser declarado o estado de pandemia mundial causada pela covid-19, a rede pública de saúde em Minas Gerais tinha 2.072 UTIs. Atualmente, são 4.469 - um acréscimo de 2.397 unidades.

— Aqueles leitos abertos em hospitais pequenos e UPAs estão voltando para a rede não covid-19 porque temos demandas de outras doenças. Ainda assim, nossa ocupação para casos de coronavírus está abaixo de 25%.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*