Carregando...

Pagamento do Auxílio Emergencial Mineiro começa nesta quinta-feira; tire suas dúvidas

Caixa Econômica Federal no bairro Bonfim, na Região Noroeste de Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

Caixa Econômica Federal no bairro Bonfim, na Região Noroeste de Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

Mais de um milhão de famílias mineiras começam a receber o Auxílio Emergencial Mineiro a partir desta quinta-feira (14). O benefício de R$ 600 será depositado em parcela única.

Quem pode receber?

Segundo o governo, o benefício será destinado a mineiros com renda per capita de até R$ 89, segundo o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Quem tem prioridade?

A prioridade é para quem não recebe Bolsa Família e também para as mães solteiras. Para este grupo, o dinheiro será depositado no período de 14 a 21 de outubro. Já para as famílias não prioritárias, o recurso será depositado de 22 a 29 também deste mês.

É necessário fazer um cadastro?

Não será necessário realizar nenhum pré-cadastro ou preencher qualquer documento para receber o dinheiro.

Auxílio emergencial mineiro será de parcela única de R$ 600 — Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Auxílio emergencial mineiro será de parcela única de R$ 600 — Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Como saber se tenho direito ao benefício?

Os interessados devem acessar o site e informar o número do CPF ou do NIS (Número de Inscrição Social), que pode ser consultado no Cartão Cidadão, no Cartão do Programa Bolsa Família ou no site do CadÚnico.

Qual é o calendário para famílias prioritárias?

Calendário de pagamento do auxílio emergencial em Minas — Foto: Governo de MG

Calendário de pagamento do auxílio emergencial em Minas — Foto: Governo de MG

Qual é o calendário para famílias não prioritárias?

Calendário de pagamento para famílias não prioritárias — Foto: Governo de MG

Calendário de pagamento para famílias não prioritárias — Foto: Governo de MG

Qual é a forma de pagamento?

O Auxílio Emergencial Mineiro será pago exclusivamente em contas-poupança digitais da Caixa Econômica Federal, a conta “Caixa Tem”. Para quem já possui, o benefício será depositado automaticamente.

E para quem não tem esse tipo de conta?

Para aqueles que ainda não tem esse tipo de conta na Caixa, será aberta uma conta automaticamente, que poderá ser movimentada pelo aplicativo “Caixa Tem”.

Contas convencionais vão poder receber o benefício?

As contas correntes ou poupança convencionais que beneficiários eventualmente tenham na Caixa não serão utilizadas para crédito do benefício.

E se o usuário não tiver celular ou internet para baixar o aplicativo?

Caso o beneficiário não possua celular ou internet, poderá comparecer a uma agência da Caixa ou a uma Casa Lotérica, levando um documento de identificação com foto.

Quais são os canais de comunicação?

Os beneficiários podem acessar o site para outras informações ou mandar e-mail para [email protected].

Quanto será investido no auxílio?

Ao todo, serão investidos R$ 650 milhões no custeio do auxílio.

De onde vem o recurso?

Os recursos vêm do Programa Recomeça Minas, criado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Vídeos mais vistos do g1 Minas:

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*