Carregando...

Caso Bárbara Victória: família não vê ligação entre morte e homens que aparecem em vídeo - Notícias - R7 Minas Gerais

A família da menina Bárbara Victória, morta após ir a padaria na Grande BH, não acredita que os dois homens que aparecem correndo em um circuito de segurança na mesma rua em que a garota foi vista tenham relação com o caso.

Aline Fernandes, advogada da família, explica que eles são moradores da região e já se explicaram sobre o que estavam fazendo no local. "Eles correram para pegar o ônibus", informou a advogada.

Os dois homens não foram apontados como suspeitos pela polícia. Até então, o único suspeito informado pela corporação foi Paulo Sérgio, de 50 anos, que foi encontrado morto na casa da tia nesta terça-feira (3).

O circuito de segurança que flagrou a dupla também mostrava Bárbara correndo. A advogada diz que não acredita que ela estivessem correndo deles. "Ela era uma criança muito alegre, que andava saltitando", afirmou.

Aline também criticou a atuação da polícia no caso. "Acredito que se as investigações tivessem sido mais fechadas e de maneira mais atenciosa, não estaríamos discutindo a morte da bárbara, mas o sequestro. A família buscou ajuda desde os primeiros dias", declarou.

A Polícia Civil informou que está empenhada em esclarecer o caso. "Já foram realizados exames periciais e médicos, ouvidas testemunhas, suspeito, além de diligências e análises de materiais colhidos que possam levar à elucidação completa do crime", declarou em nota.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*