Carregando...

Estudante de 11 anos mobiliza corrente solidária para ajudar família que passava fome na Grande BH

Pietro dos Reis ajuda a separar doações para levar à família de Miguel, em Santa Luzia — Foto: Reprodução/TV Globo

Pietro dos Reis ajuda a separar doações para levar à família de Miguel, em Santa Luzia — Foto: Reprodução/TV Globo

O drama do menino Miguel Barros, de 11 anos, que pediu ajuda à Polícia Militar por estar com fome, revelou uma corrente de solidariedade na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O estudante Pietro dos Reis, também de 11 anos, mobilizou uma rede de apoio com a turma da escola para arrecadar doações para Miguel. O caso foi repercutiu nas redes sociais nesta quinta-feira (4).

O garoto não conhecia a família que passava por necessidades, mas usou um aplicativo de mensagens para organizar os itens que seriam doados: achocolatado, biscoito, refrigerante, iogurtes, ovos e caixa de bombons, por exemplo. O grupo era formado por colegas da escola e de professores, mas acabou formando uma corrente solidária, envolvendo os pais de cada um.

LEIA MAIS:

  • Menino de 11 anos liga para a polícia na Grande BH e pede comida: 'Estamos com fome'
  • Família de menino de 11 anos que pediu comida à polícia recebe doações na Grande BH
  • 'Três dias atrás, era só água de fubá. Hoje posso escolher o que fazer para as crianças', diz mãe de menino que pediu comida à PM

A mãe foi influenciada pelo filho, que viu a história do Miguel na televisão. Daniela Brito também reuniu os colegas do trabalho e construiu mais elos nessa corrente. Os dois se preparam, agora, para levar todo o material até Santa Luzia.

Com 1,3 milhão de famílias vivendo na extrema pobreza em Minas Gerais, segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS), a situação vivenciada por Miguel, a mãe Célia Barros, e os cinco irmãos é só um pequeno exemplo do pedido de socorro feito por outros milhares de mineiros.

Na casa da Célia, o sentimento é de gratidão. A família já ganhou o que nem imaginava. Mas também precisa de suporte para que não passe por dificuldade novamente. Por isso, uma instituição deve fazer o acompanhamento assistencial por meio do programa Mesa Brasil, do Serviço Social do Comércio (Sesc).

Mesa Brasil

O programa Mesa Brasil atende a mais de 200 mil famílias em situação de vulnerabilidade na Grande Belo Horizonte. Os beneficiários precisam estar ligados a uma instituição parceira. Por meio dessa interação, os alimentos doados a essas instituições chegam até quem precisa.

O Mesa Brasil é voltado para famílias cuja renda seja de até três salários mínimos – R$ 3.636independentemente da área de atuação. O programa oferece atividades gratuitas nas áreas de esporte, aulas de dança, música, atendimento à saúde e escolas.

Boa parte dos serviços são oferecidos nas unidades do Sesc. Para descobrir a unidade mais próxima, basta clicar neste link.

Serviço

Mesa Brasil Sesc
Telefone:
3888-3030
Endereço: Avenida do Contorno 525, Centro - Belo Horizonte - MG
e-mail: mesabrasil@sescmg.com.br

Os vídeos mais vistos do g1 Minas:

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar