Carregando...

Pence saúda esforços de parlamentares dos EUA em contestar votos do Colégio Eleitoral

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, disse nesta quarta-feira acreditar que não tem a autoridade para aceitar ou rejeitar votos do Colégio Eleitoral que formalmente define o vencedor da eleição presidencial norte-americana, mas saúda os esforços de parlamentares para levantar objeções sobre alegadas "irregularidades eleitorais".

 Vice-presidente dos EUA, Mike Pence06/01/2020Saul Loeb/Pool via REUTERS
Vice-presidente dos EUA, Mike Pence 06/01/2020 Saul Loeb/Pool via REUTERS
Foto: Reuters

Pence, que está sob intensa pressão do presidente Donald Trump, derrotado na eleição presidencial de novembro, para impedir a certificação da vitória de Joe Biden, disse a parlamentares que ele cumprirá seu dever de garantir que as preocupações sobre a eleição recebam uma "audiência justa e aberta".

"Quando disputas relacionadas a uma eleição presidencial surgem, de acordo com a lei federal, são os representantes do povo que analisam a evidência e resolvem disputas por meio do processo democrático", disse Pence, que preside uma sessão conjunta do Congresso dos EUA destinada a certificar o resultado da eleição.

Veja também:

Drone captura destruição após terremotos na Croácia
  • assistir Drone captura destruição após terremotos na Croácia
ReutersReuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar