Carregando...

Thiago Brennand é preso em Dubai por crimes sexuais

Thiago Brennand é preso em Dubai
Thiago Brennand é preso em Dubai
Foto: Reprodução/Instagram/@thiagobrennandfv

O empresário Thiago Brennand, de 42 anos, foi preso em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, na manhã desta sexta-feira, 14. Por suspeita de prática de crimes sexuais e acusação de agressão a uma modelo em São Paulo, ele estava foragido no país após ter sua prisão preventiva decretada.

Segundo a Folha de S. Paulo, a prisão contou com atuação da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal). Isso porque, horas antes de ser denunciado pelo Ministério Público de São Paulo, o empresário viajou para Dubai, no dia 4 de setembro, e entrou na lista de foragidos por não retornar ao Brasil no período estipulado pela Promotoria. 

"É absurdo que tenhamos um presidente que ataque parte da nação", diz Najara Costa Thiago Brennand tentou intimidar promotora: "Só vossa excelência tem razão?" Brennand grava vídeos e nega estar fugindo da Justiça: "Mexeram com a pessoa errada"

Em setembro, Brennand agrediu a modelo Alliny Helena Gomes, de 37 anos, em uma academia de ginástica de luxo no shopping Iguatemi, na zona oeste de São Paulo. Além deste caso, ao menos outras 15 mulheres registraram denúncias contra Brennand.

Ele está sendo investigado por crimes sexuais pelo Ministério Público de São Paulo, assim como por suspeitas de lesão corporal e corrupção de menores - pois ele teria incentivado seu filho a ofender a modelo que agrediu.

Suposta conspiração

No domingo, 9, o empresário Thiago Brennand gravou uma série de vídeos e publicou no YouTube para negar que está fugindo do País. Os vídeos foram apagados depois, mas replicados em outros canais.

Nas imagens, o empresário alega estar "tranquilo" e diz ainda que "mexeram com a pessoa errada".

"Estou tranquilo onde estou. Não estou fugindo. Prisão ilegal? Quem que vai se submeter a um Estado de exceção?", chega a dizer, sem dar maiores detalhes.

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, Brennand viajou para Dubai, nos Emirados Árabes, em meio a denúncias de agressão contra uma atriz em academia de luxo de São Paulo.

"Vocês mexeram com a pessoa errada", declara ainda nos vídeos. "Vocês morrem de inveja. Branco, heterossexual 'inegociável'. Armamentista, óbvio. Conservador, sempre", acrescenta.

O empresário também cita que há uma "conspiração" contra ele no Brasil e menciona, ainda, as denúncias de estupro que começaram a vir à tona depois que as imagens da agressão na academia repercutiram. Nos vídeos, ele também negou essas acusações.

Denúncias

Além do caso de agressão em uma academia de luxo, outras mulheres se manifestaram contra Brennand.

Em um dos casos, uma mulher, que preferiu não se identificar, relatou ao programa Fantástico, da TV Globo, ter sido vítima de estupro, cárcere privado, além de ter sido obrigada a ser filmada em atos sexuais forçados e fazer uma tatuagem com o nome do empresário.

A vítima lamentou o que ocorreu com a atriz na academia de luxo, mas disse que, se não fosse por isso, o que aconteceu com ela ficaria esquecido. “Eu sinto muito pelo que aconteceu com ela. Mas, se não fosse isso, ninguém ia ter prova visível de que ele é violento, de que ele é um monstro. Então, graças a ela, eu pude falar: ‘Aconteceu comigo, vão acreditar em mim’, relatou.

Entre outras denúncias, também há relatos de agressão de um funcionário de um hotel de luxo, de um técnico de enfermagem atacado dentro de um hospital e até do medalhista olímpico Doda Miranda, que pediu proteção da Justiça após ameaças.

Em nota à reportagem, a defesa de Thiago disse que seu cliente "jamais forçou suas parceiras a terem relações sem o uso de preservativo, respeitando estritamente os limites estabelecidos por elas e agindo sempre com seu consentimento".

+Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*