Carregando...

Samsung Galaxy Book Pro (Core i7 de 11ª geração): potência num corpo fininho

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Quando falamos em "Galaxy", logo pensamos nos smartphones da Samsung, mas parece que os sul-coreanos querem aproveitar a força desse nome para impulsionar a área de notebooks topos de linha. Curiosamente, o Galaxy Book Pro lembra um celular: ele é fino igual, tanto que a Samsung diz que o dispositivo é "fino como um smartphone e poderoso como um PC". O laptop ainda tem display AMOLED e promete integração com outros aparelhos da marca.

  • Quem é a delatora do Facebook que quer salvar a rede social
  • Instagram e Facebook enfrentam instabilidade nesta sexta
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Será que o Galaxy Book Pro é uma boa alternativa ao Dell XPS 13 2021 e ao MacBook com M1? Uma coisa eu já adianto: as especificações deste notebook são atraentes. O modelo entrega processador Intel Core i7 de 11ª geração, 16 GB de memória RAM, SSD de 1 TB e teclado retroiluminado. Sabe quanto a Samsung pede por esse brinquedo potente? R$ 11.499. Eu usei Galaxy Book Pro nas últimas semanas e conto se ele é tudo isso mesmo no review de hoje.

Análise do Galaxy Book Pro em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

O Galaxy Book Pro foi fornecido pela Samsung por empréstimo e será devolvido à empresa após os testes. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design e conexões

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Com o Galaxy Book Pro, a Samsung quis proporcionar uma verdadeira experiência ao usuário. Além de embalar o produto em uma caixa branca muito bem produzida, a empresa entrega um notebook elegante que impressiona logo nos primeiros minutos de unboxing. Ele é construído em alumínio e plástico branco internamente que são responsáveis por promover a sofisticação e até fazem lembrar do Dell XPS 13, que, além da espessura reduzida, também conta com uma tampa em alumínio.

Mas não é só o acabamento que encanta, o laptop é extremamente fino, mais fino que concorrentes, com apenas 11,7 mm de espessura. O peso de pouco mais de 1 kg é outro destaque e, para fins de comparação, o Dell XPS 13 tem 1,27 kg e o MacBook Air (M1), 1,29 kg. Todas essas características fazem do Galaxy Book Pro uma máquina extremamente compacta para o cotidiano.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog
Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Ao contrário do XPS 13, é bom ver que a Samsung não sacrificou a conectividade do produto devido à estrutura fina. O dispositivo vem com uma porta USB-C com Thunderbolt 4 (também usadas para carregar a bateria do equipamento), uma HDMI, uma USB 3.2, há um leitor de microSD e uma entrada para fones de ouvido de 3,5 mm.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog
Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Eu tenho que reconhecer que a Samsung fez um bom trabalho tanto em design quanto em conexões e, para ficar perfeito, só faltou uma porta USB extra. Mesmo assim, eu acredito que o que ela entrega aqui deve atender a maioria dos consumidores. Em conectividade, nos deparamos com outras tecnologias de ponta. O laptop chega ao mercado com Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.1.

Tela, teclado, touchpad e som

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

As bordas ligeiramente finas que cercam a tela grande de 15,6 polegadas favorecem o visual premium do Galaxy Book Pro e promovem a imersão. Eu não estou acostumado a trabalhar numa tela tão larga em notebook, mas, após alguns dias de uso, foi possível lidar com toda essa grandeza. Assim como a maioria dos laptops, este modelo da Samsung ainda traz aquela borda inferior mais ressaltada, porém ela não compromete muito a navegação.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Ele está equipado com o famoso painel AMOLED com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) com proporção 16:9. A fabricante destaca que, ao equipar o notebook com essa tecnologia, o usuário tem como vantagem menos emissão de luz azul, além de tudo aquilo que já conhecemos: cores vivas, contrastes excelentes e maior nitidez. E posso garantir que a qualidade é tudo isso mesmo. A Samsung entrega uma tela com brilho forte, podendo chegar a 500 nits, a definição é impecável e, ainda que seja grande, eu tive bons ângulos de visão. A empresa não comenta nada sobre tecnologia anti-reflexo, mas foi possível trabalhar perto da janela sem problemas.

No teclado a Samsung fez um excelente trabalho. Ele é grande com teclas confortáveis e extraordinariamente silenciosas, mais silenciosas que as do MacBook, que já são incríveis. Ele está no padrão ABNT2 e a marca também adicionou um numpad, teclas numéricas que estão concentradas na lateral direita e podem ser úteis para quem já estava acostumado com teclados convencionais.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog
Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Essas teclas, felizmente, são retroiluminadas e, assim como os concorrentes, o dispositivo da sul-coreana traz leitor de impressões digitais integrado ao botão de liga/desliga para desbloquear o sistema. O reconhecimento não é hiper veloz, mas funciona bem. Em resumo, a empresa está de parabéns pelo capricho no teclado e garante conforto, silêncio e precisão.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog
Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

A Samsung quase caprichou no touchpad do Galaxy Book Pro. O componente é grande, confortável e tem uma boa resposta. Eu disse que ela quase caprichou, pois esta unidade de review veio com um problema e o touchpad ficava "bloqueado" sem permitir clicar, apenas navegar com o cursor — e, mesmo assim, com alguns bugs na hora de seleção. Buscando em alguns fóruns na internet e no Twitter, eu descobri que isso é um problema da linha Galaxy Book, que ainda inclui o Galaxy Book Pro 360, portanto há outras unidades espalhadas pelo mundo com o mesmo defeito.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Enquanto a Samsung não dá início a um programa de recall, a única solução reportada por usuários é pressionar o chassi dobrando-o com cuidado até o touchpad voltar a funcionar. Como esta é uma unidade de teste, eu resolvi arriscar e funcionou, mas eu recomendo você a procurar a companhia, caso seja premiado com o bug.

No som, a Samsung aproveita soluções em áudio da AKG no Galaxy Book Pro, trazendo como bônus suporte ao Dolby Atmos. Ele está equipado com dois alto-falantes localizados na parte inferior e, quanto à qualidade, os componentes conseguem proporcionar uma imersão sonora, mas não posso dizer que é uma experiência espetacular. Os médios e agudos repercutem com bom nível de detalhamento, mas os graves são fracos e não encantam.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

A webcam que equipa o eletrônico tem resolução 720p. Assim como você, eu também fiz uma cara feia quando percebi que um notebook de R$ 11 mil tem uma câmera sem qualidade, o que é péssimo já que estamos no auge da videochamada. Na prática, a definição é baixa e há muitos ruídos.

Desempenho, software e bateria

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

O hardware é o ponto alto do Samsung Galaxy Book Pro e é também o grande responsável pelo preço elevado, como você já deve imaginar. Para quem gosta de analisar especificações, a máquina está equipada com Intel Core i7-1165G7 de 11ª geração, um processador poderoso que trabalha a até 4,7 GHz e traz a GPU Intel Iris Xe. Atrelado a isso, a Samsung oferece uma memória RAM de 16 GB LPDDR4x e, esta unidade, tem SSD de 1 TB. É uma configuração que não dá dor de cabeça para quem precisa rodar programas pesados e pensa em exigir muito do processador no dia a dia.

Para outras pessoas, que só querem consumir streaming e navegar na internet, essas specs podem ser exageradas, mas isso não é negativo, pelo contrário. Na prática, o Galaxy Book Pro é exatamente isso e, nos meus testes, a máquina não chegou a travar. Adobe Premiere e Photoshop abrem em 7 segundos, não é hiper-rápido, mas ao menos eles funcionam bem e não engasgaram durante as tarefas. Já programas como Google Chrome, Edge, Zoom e Discord abrem imediatamente.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Em um teste, a ventoinha já foi acionada ao deixar o Chrome com dez abas abertas, Spotify, Photoshop, Premiere rodando um vídeo de 4 minutos e com outros programas abertos na barra de tarefas, mas ela não chega a ficar tão forte. Na avaliação de games e da GPU, Asphalt 9 parecia que ia fazer a máquina levantar voo logo na inicialização devido ao barulho intenso da ventoinha. No desempenho, o título rodou com desenvoltura e chiado da ventoinha, novamente, de fundo.

O Galaxy Book Pro vem com Windows 10 Home. O software vem acompanhado de alguns programas da Samsung, como Galaxy Book Smart Switch, Samsung Gallery, SmartThings, Samsung Notes e mais. Eles não estão aqui à toa e o objetivo da sul-coreana é criar um "ecossistema Galaxy", portanto o dono de um smartphone Samsung pode se beneficiar da integração entre celular e computador. É algo que os concorrentes já vêm fazendo há um tempo — a Apple é um exemplo. Você ainda vai encontrar trial de antivírus, Facebook Messenger, Skype e outros apps do pacote Windows.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog
Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

Com relação à bateria, o Galaxy Book Pro tem uma boa autonomia, mas não é nada que possa impressionar como o MacBook com M1. Com o brilho da tela no máximo e conectado ao Wi-Fi de 5 GHz, eu testei a autonomia do notebook com 2h20min de Netflix, 1 hora de YouTube via Chrome, 15 minutos de Asphalt 9 e 1h20min de reunião no Zoom. Após essas atividades, a bateria saiu dos 100% e ficou em 9%, quase desligou. Para alimentar a célula de 68 Wh, a Samsung envia um carregador USB-C de 65 W. Com 9% de carga, o acessório fez o Galaxy Book Pro chegar aos 100% depois de 2h04min.

Samsung Galaxy Book Pro: vale a pena?

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

O Samsung Galaxy Book Pro é uma máquina poderosa em todos os sentidos. Ele tem uma tela AMOLED com brilho forte, definição impecável e bons contrastes, há aqui um processador Intel Core i7 de 11ª geração que lida bem com tarefas pesadas e um design ultrafino — e sofisticado — que eleva a robustez e a portabilidade. É um laptop definitivo, com SSD e memória RAM decentes. Ele também é uma resposta agressiva ao MacBook e pode ser uma alternativa interessante para quem busca um notebook topo de linha com Windows.

Samsung Galaxy Book Pro
Samsung Galaxy Book Pro
Foto: Darlan Helder/Tecnoblog / Tecnoblog

A estrutura fininha é capaz de impressionar qualquer pessoa, mas ela pode ser a grande responsável pelo problema no touchpad que, como eu comentei neste review, afeta outras unidades ao redor do mundo, incluindo o Galaxy Book Pro 360, modelo que tem tela sensível ao toque e vira tablet. Com isso, a Samsung precisa urgentemente buscar uma solução. Ainda na parte dos contras, a fabricante bem que poderia entregar uma webcam com resolução melhor e uma porta USB a mais seria bem-vinda.

O modelo ainda ganha muitos pontos por entregar um teclado silencioso e muito confortável, Wi-Fi 6, portas suficientes para a maioria das pessoas e integração com os produtos da marca. Mas como nem tudo é perfeito, o preço de R$ 11.499 coloca a Samsung numa situação difícil, tendo em vista que o MacBook Pro com o poderoso e elogiado chip M1 é encontrado por menos de R$ 10 mil. É uma briga boa, mas, de qualquer forma, o Galaxy Book Pro é um investimento que vale a pena e muito provavelmente ele não vai te deixar na mão, mas só vale quando ele chegar no valor do notebook da Apple.

Especificações técnicas

  • Tela: 15,6 polegadas, AMOLED, full HD (1920x1080 pixels)
  • Processador: Intel Core i7 de 11ª geração com GPU Iris Xe
  • RAM: 16 GB de LPDDR4x
  • Armazenamento: SSD NVMe de 1 TB
  • Bateria: 68 Wh com recarga rápida (65 W)
  • Conectividade: USB 3.2 (1), HDMI (1), fones e microfone (1), USB-C com Thunderbolt 4 (1), Wi-Fi 6E, Bluetooth 5.1
  • Sistema operacional: Windows 10 Home
  • Outros: alto-falantes AKG com Dolby Atmos, teclado retroiluminado, webcam de 720p, leitor de impressões digitais, leitor de microSD, cor Mystic Silver
  • Dimensões: 355,4 x 225,8 x 11,7 mm
  • Peso: 1,05 kg

Samsung Galaxy Book Pro (Core i7 de 11ª geração): potência num corpo fininho


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*