Carregando...

Acidente em mina de carvão da Rússia deixa ao menos 11 mortos

Ao menos 11 trabalhadores morreram em um acidente em uma mina de carvão da Sibéria, na Rússia, nesta quinta-feira, e uma operação para resgatar dezenas de outras pessoas no subsolo foi suspensa devido a um risco de explosão, disseram autoridades locais e serviços de emergência.

Agentes participam de operação de resgate após incêndio em mina de carvão na região de Kemerovo, na Rússia25/11/2021 REUTERS/Alexander Patrin
Agentes participam de operação de resgate após incêndio em mina de carvão na região de Kemerovo, na Rússia 25/11/2021 REUTERS/Alexander Patrin
Foto: Reuters

Pó de carvão pegou fogo em um duto de ventilação da mina de Listvyazhnaya, situada na região coberta de neve de Kemerovo, na manhã desta quinta-feira e encheu a mina de fumaça, relatou a agência de notícias Tass citando serviços de emergência locais.

  • Quem é o 'Bolsonaro chileno', favorito na eleição do Chile
  • Ministério diz que EUA ensaiaram ataque nuclear contra a Rússia neste mês
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

"O trabalho de busca e resgate foi suspenso temporariamente devido à ameaça de uma explosão", disse um porta-voz não-identificado dos serviços de emergência, segundo citação da agência de notícias RIA.

Onze pessoas morreram e 35 outras ainda estão no subsolo, disse o governador regional, Sergei Tsivilev, de acordo com a RIA.

Dezenas estão sendo tratadas no hospital, ao menos algumas delas de envenenamento por fumaça, e quatro se encontram em estado crítico.

Imagens de vídeo mostraram agentes de resgate e ambulâncias chegando ao complexo da mina e policiais reunidos do lado de fora enquanto nevava na região localizada aproximadamente 3.500 quilômetros ao leste de Moscou.

Cerca de 285 pessoas estavam dentro da mina quando a fumaça se disseminou pelo duto de ventilação, disse o Ministério de Emergências. Ao menos 239 chegaram à superfície, disseram autoridades, mas não explicaram o que causou a fumaça.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*