Carregando...

Bolsonaro diz que não pode resolver alta do dólar "na canetada"

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que sofre pressão por conta da alta do dólar e do impacto no preço dos combustíveis, mas ressaltou que não pode resolver a situação "na canetada".

02/09/2021REUTERS/Adriano Machado
02/09/2021 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Ao voltar a reclamar da repercussão internacional negativa de seu governo, principalmente em relação à política ambiental, Bolsonaro argumentou que isso afugenta o investimento externo do Brasil.

  • Bolsonaro ataca proposta e ameaça reagir "fora das 4 linhas"
  • PSDB: deputada anuncia apoio a Bolsonaro e saída do partido
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

"Essas pessoas se gabam de criticar o seu país", disse o presidente na tradicional transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais.

"E quando investidores fogem, isso tem reflexo no preço do dólar, né. O pessoal quer que baixe o dólar na canetada... e tem reflexo no preço do combustível. Isso é uma outra história, é uma bola de neve", afirmou.

Bolsonaro também aproveitou a live e o tema ambiental para adiantar que pretende conversar com a Caixa Econômica Federal para tratar de uma possível linha de crédito para a instalação de placas fotovoltáicas em residências.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*