Carregando...

Contratos futuros do minério de ferro caem com preocupações sobre Covid-19

Os contratos futuros do minério de ferro e aço na China, maior produtora de aço do mundo, caíram nesta sexta-feira, com a detecção de uma nova variante do coronavírus na África do Sul e novos casos de Covid-19 em Xangai, aumentando as preocupações dos investidores sobre a recuperação econômica global.

Mina na Austrália29/11/2018REUTERS/Melanie Burton
Mina na Austrália 29/11/2018 REUTERS/Melanie Burton
Foto: Reuters

O contrato de referência do minério de ferro de Dalian, porém, deve marcar seu primeiro ganho semanal desde o início de outubro, depois de alta de cinco sessões impulsionada pelos movimentos da China para aliviar uma crise de liquidez, com ajuda a seus incorporadores imobiliários.

  • Mundo está entrando em quarta onda de covid-19, diz OMS
  • OMS: 500 mil podem morrer em nova onda de covid na Europa
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

O contrato do minério de ferro mais ativo para janeiro na Bolsa de Commodities de Dalian fechou em queda de 6,7%, a 575,50 iuanes (90,06 dólares) a tonelada. No entanto, subiu 9,5% nesta semana.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de dezembro mais negociado do ingrediente siderúrgico caía 6%, para 95,80 dólares a tonelada.

"Os mercados continuam cautelosos quanto às perspectivas de crescimento da China, especialmente devido à estratégia zero-Covid, com Xangai registrando ontem três novos casos", disse Tapas Strickland, diretor de economia do National Australia Bank.

A detecção de novos casos levou o centro financeiro chinês a limitar as atividades turísticas, enquanto a cidade de Xuzhou, na província oriental de Jiangsu, relatou um caso transmitido localmente que era contato próximo de uma infecção em Xangai.

A descoberta de uma nova variante do coronavírus agora se espalhando na África do Sul também está aumentando as preocupações, disseram analistas. O Reino Unido alertou na quinta-feira que isso poderia colocar em risco os esforços de combate à pandemia.

O vergalhão de aço para construção na Bolsa de Futuros de Xangai caiu 2,5% após alta de seis sessões, e a bobina a quente caiu 1,4%.

O carvão metalúrgico de Dalian fechou em queda de 7,3%, enquanto o coque perdeu 5,7%, depois de ambos apresentarem alta de quatro dias.

O preço spot de referência do minério de ferro com teor de 62% na China caiu 4,50 dólares a tonelada na sexta-feira, a 102 dólares/tonelada, após atingir o maior valor desde 1º de novembro na quinta-feira, de acordo com dados da consultoria SteelHome.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*